FLÁVIO DINO: UM GOVERNADOR QUE NÃO RECEBE SEUS ALIADOS

flavio-dino-marcio-jerry-wagner-cabral-sebastiao-uchoa-wagner-cabral-940x540

Dino e Jerry

O Governador Flávio Dino parece que esqueceu dos velhos e bons aliados que tinha espalhados pelos quatro cantos do estado do Maranhão. Em época de campanha, falar com Flávio Dino era a coisa mais fácil do mundo, pelo menos é que comentam seus aliados. Nessa época, Flávio Dino dava atenção a todo e qualquer cidadão que se aproximasse dele. Ele conversava, ouvia e até dava ideia sobre a política de cada município que  passava a procura de voto.

E HOJE COMO ESTÁ?

Hoje, falar com o governador Flávio Dino é a coisa mais difícil do mundo. Os aliados de Flávio Dino em Codó que o digam. Por inúmeras vezes os aliados de Dino em Codó já foram ao Palácio dos Leões tentar uma conversa com o nobre governador, mas ao chegarem lá a coisa foi bem diferente. Mas essa dificuldade não acontece somente com uns e outros não. Essa dificuldade acontece com todos os aliados do “governador da mudança”, repito, acontece com todos eles, porque depois de eleito Flávio Dino se trancou no palácio e para falar com ele é preciso fazer “vigília” na porta do palácio. Por um lado entendemos os inúmeros compromissos do nobre governador, mas daria para, pelo menos, dar cinco minutinhos de atenção para seus velhos aliados, que estão “P” da vida com Flávio Dino.

MÁRCIO JERRY O GOVERNADOR DE FATO.

Quem manda e desmanda no Governo do Maranhão chama-se Marcio Jerry. Esse cidadão teve a façanha de acabar com a reputação política de um prefeito em Imperatriz e agora está também ajudando a destruir o já desastroso “governo da mudança” de Flávio Dino. É comum ver fotografias de Marcio Jerry em São Luís recebendo lideranças do interior em seu gabinete. Dificilmente se observa algo dizendo que Flávio Dino recebeu uma liderança. Mas de Sá, não seria mesmo ele, o Marcio Jerry, que tinha que receber as lideranças pelo fato de ser o Secretário de Comunicação e Articulação Política do Estado? Lógico que sim, mas as lideranças querem também, pelo menos, ver o governador e não somente ouvir porta-vozes. Imaginem os senhores: se o governador Flávio Dino não está fazendo nada, façam uma ideia os porta-vozes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *