GOVERNO DO MARANHÃO REGISTRA DIMINUIÇÃO DE 42% EM CRIMES VIOLENTOS NO CARNAVAL

policia1

Polícia Militar

Com dados positivos, o Governo do Maranhão apresentou na tarde desta quarta-feira (10), o balanço das operações de segurança realizadas na região metropolitana de São Luís e em municípios localizados no interior do Estado, no período carnavalesco. Em entrevista coletiva realizada no Comando Geral da Polícia Militar, a cúpula da Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado pontuou as estatísticas durante as festividades, destacando a redução de 42% nos registros relacionados aos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI).

O resultado do trabalho conjunto da Polícia Militar do Maranhão (PMMA), Polícia Civil e Corpo de Bombeiros foi a redução em 42% nas ocorrências de CVLIs, que compreendem homicídios, lesão corporal seguida de morte e latrocínio. Foram registrados 11 em 2016, contra 19 em 2015. Na referência ‘homicídio doloso’, a queda também foi acentuada no período carnavalesco: 11 neste ano, contra 16 no ano passado, uma diferença real de menos cinco mortes em decorrência deste tipo de crime. O balanço apontou ainda que não foram registrados latrocínios, enquanto que ano passado aconteceram três casos.

O secretário de Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela, destacou o trabalho realizado pelas forças de segurança no período. “Foram intervenções positivas, sobretudo na prevenção de ocorrências, o que garantiram resultados expressivos, além da preservação de vidas e da paz do nosso carnaval”.
O aparato para as operações das forças de segurança no carnaval dispôs de um efetivo de 4908 policiais militares e civis, 768 viaturas, 208 motocicletas. Com os recursos humanos e físicos, o policiamento contabilizou 55,8 mil abordagens a pessoas, ônibus, motocicletas, estabelecimentos e demais automóveis públicos e particulares. O resultado foi a apreensão de 22 armas de fogo e 194 armas brancas.
Além das viaturas, o policiamento foi executado a pé, a cavalo, e também contou com o apoio do Centro Tático Aéreo, que fez o patrulhamento aéreo na região. O comandante da PMMA coronel Pereira, enfatizou que a Polícia Militar utilizou todos os recursos que proporcionaram ações ostensivas de prevenção.

Fonte: Neto Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *