GRAVÍSSIMO: EM ALDEIAS ALTAS, ALUNOS ARRISCAM A VIDA PARA PUDEREM CHEGAR A SALA DE AULA

Por meio de fontes na Cidade de Aldeias Altas, onde o acesso de leitores ao Blog do de Sá é bastante grande, obtivemos um vídeo estarrecedor, escancarando a olhos largos, o descaso da prefeitura para com os alunos da rede municipal de ensino, mais precisamente na comunidade “Retiro”, a apenas 12 km da sede do município de Aldeias Altas. De acordo com os moradores do povoado, e com os relatos dos próprios alunos, esse problema já vem se arrastando desde outubro do ano passado, mas com a chegada da estação das chuvas; a ponte acabou de desabar com a força da água, e, desde então, a prefeitura não moveu um dedo sequer para tirar os moradores do sufoco.

ALUNOS DO POVOADO ESTUDAM NA CIDADE.

Os alunos, que nossos leitores podem ver no vídeo abaixo, estudam na sede do município, mais precisamente, na Escola Antonieta Castelo, e por conta disso (acredite quem quiser, senão assistam ao vídeo crer) eles precisam andar por cima das árvores – precariamente improvisadas pela própria comunidade – e correndo o risco iminente de um acidente atingir alguma dessas crianças, ou mesmo ceifar-lhes a vida, tudo apenas para embarcar no ônibus e poderem ir à escola estudar… Será que a prefeitura vai deixar isso acontecer? “Esses são os alunos que vão para a escola em Aldeias Altas, essas são as terríveis dificuldades que eles enfrentam para ir a escola. “Na verdade a ponte que existia aqui, o riacho limpeza levou, então os pais preocupados com seus filhos fizeram essa passagem e agora eles atravessam para ir a escola”, diz a pessoa que narra a travessia dos alunos em galhos de arvore.

DENÚNCIAS GRAVES EM ALDEIAS ALTAS.

Recentemente, a secretaria de educação do município de Aldeias Altas foi denunciada na imprensa sobre a péssima qualidade da merenda escolar servida aos alunos, os estudantes do município sendo alimentados apenas com espigas de milho como merenda na sala de aula. A secretaria de educação se pronunciou alegando que estava servindo milho porque os recursos da merenda ainda não haviam chegado ao município. Em relação a essa denúncia da falta de respeito com alunos que precisam arriscar a vida para irem a escola, o Blog do de Sá está à disposição da secretaria de educação para quaisquer esclarecimento.

                                              Veja o vídeo abaixo:

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *