“GRUPÃO LIBERTA CODÓ” A VERDADE JÁ COMEÇOU APARECER, E AGORA VÃO DIZER O QUE?

Ontem quinta-feira (11), o ex-prefeito e pré-candidato nas eleições deste ano ao executivo municipal, Ricardo Archer, demonstrou sem muitos rodeios que o “GRUPÃO” (que estava se formando entre a oposição codoense) é exatamente aquilo que o BLOG DO DE SÁ havia falado meses atrás, ou seja: pura balela e conversa para tapear os menos avisados. Pelo que disse Ricardo Archer, o “GRUPÃO” político de Codó, está dividido entre os líderes da oposição, e cada um deles defende apenas seus próprios interesses pessoais. “Eu nunca mais vi movimento desse grupão, porque cada um começou a querer puxar a sardinha pro seu lado”, disse Ricardo Archer.

LIBERTA CODÓ?

O nome “LIBERTA CODÓ” foi lançado num momento em que a oposição precisava mostrar alguma reação, mas não passou do nome. Quem inventou esse “LIBERTA CODÓ” pensa que o eleitor não conhece essas figuras que pregam uma coisa meses antes de campanhas políticas em Codó, mas que depois caem do cavalo, e caem na descrença do codoense.

A FALA DE RICARDO ARCHER

Durante sua entrevista ao radialista Daniel Sousa, na Rádio Eldorado de Codó, Ricardo Archer demonstrou que tentou conversar com outros nomes da oposição de Codó, porém não obteve respostas plausíveis de que haveria um consenso sobre um nome que, de fato, pudesse concorrer e ganhar as eleições 2020, caso a oposição fizesse uma união e mantivesse mesmo a força do afamado “GRUPÃO”.

E A VERDADE?

A verdade disso tudo é uma só; a oposição de Codó não vai se unir jamais, em hipótese alguma, basta o eleitor codoense fazer um juízo de valor sobre a vida política de cada um que se diz pré-candidato a prefeito. Ricardo Archer abriria mão para Dr. José Francisco sair candidato, sendo Ricardo dono de uma experiência de 08 anos como prefeito de Codó, além de possuir uma boa estrutura para alavancar a campanha? Dr. José Francisco – quando estava melhor na opinião pública – abriria mão de sair candidato para apoiar outra pessoa? Biné, se pudesse ser candidato, abriria  mão também para apoiar alguém, se ele já tem um histórico político? Portanto, caros leitores, o “GRUPÃO” de Codó não vai a lugar nenhum. Nos próximos dias o eleitor codoense nem ouvirá mais falar em “GRUPÃO”, afinal, cada um que está lá tem seus interesses pessoais, e o povo continua em segundo plano. Agindo assim, caso a oposição de Codó não faça uma aliança com ao menos dois nomes fortes da oposição, e tenha uma estrutura para concorrer, o atual prefeito de Codó (mesmo com toda a rejeição que lhe importuna) poderá se reeleger prefeito, afinal, ele está com a máquina nas mãos, enquanto a oposição ainda se divide e não chega a um consenso sobre quem será o candidato a prefeito. O “GRUPÃO LIBERTA CODÓ” quer mesmo é se libertar da liseira que muitos por lá estão sofrendo. Essa tentativa de surgir com uma história de “LIBERTA CODÓ” é também uma forma de alguém chegar a estender a mão, afinal, esperar coisa melhor de certos políticos codoenses é tempo perdido. PENSEM NISSO, CAROS LEITORES.

3 comentários em: ““GRUPÃO LIBERTA CODÓ” A VERDADE JÁ COMEÇOU APARECER, E AGORA VÃO DIZER O QUE?

  1. blogueiro, Ricardo Archer foi prefeito 8 anos e isso não o credencia para ser prefeito novamente, e isso é tão verdade que a população codoense não vota mais nele. Hoje Ricardo tem menos votos que Pedro Belo. Faça isso Ricardo Archer, saia candidato e meça o tamanho do seu eleitorado porque só assim tu vais te conscientizar que tu já era.
    Ricardo é um criador de contendas, um divisor nato e outro que também só puxa a sardinha pro seu lado……menos, bem menos seu Ricardo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *