GRUPO CONVIVER AGRADECE A SEMANA VITORIOSA PARA A TERCEIRA IDADE NA CÂMARA MUNICIPAL DE CODÓ

maxidosos

Conviver na Câmara de Codó

Esta semana todo o público da terceira idade, juntamente com todas as pessoas que trabalham em prol dos idosos, alcançou uma grande vitória no município de Codó. Na última sessão do ano de 2015, o grupo da terceira idade do Projeto Conviver compareceu em plenário para serem homenageados e também prestarem homenagem pela homologação do Projeto de Lei que institui o Dia Municipal do Idoso. O grupo agradeceu a câmara pelo PL e sua aprovação e homologação pelo executivo e realizou apresentação com cantatas natalinas.
Na primeira semana de dezembro foi apreciado e aprovado pelo parlamento o Projeto de lei Nº 01/2015, de autoria do vereador Pastor Max, que institui o dia 29 de setembro como Dia Municipal do Idoso. Na ocasião o grupo Conviver agradeceu a iniciativa do parlamentar e a homologação do PL pelo prefeito Zito Rolim. Na ocasião Pastor Max disse que a criação do Dia Municipal do Idoso estabelecerá um marco na luta pelos direitos de toda a comunidade da chamada Terceira Idade, e que simboliza o direito da comunidade de idosos. “Uma data para a cidade de Codó pensar, cuidar, respeitar, homenagear e trabalhar em prol da terceira idade”, declarou o edil.

Preocupações com a zona rural

No entanto, em seu pronunciamento na tribuna da casa legislativa, o Vereador Pastor Max também expressou sua profunda preocupação com as alterações no clima do município, o período de estiagem e de seus impactos nas comunidades da extensa zona rural de Codó. O parlamentar comentou sobre a triste situação, as dificuldades e o sofrimento presentes na vida da população que vive na zona rural do município de Codó e lembrou que nos últimos tempos tem convivido com uma estiagem devastadora, que tem castigado severamente as famílias que muitas vezes depende da regularidade das chuvas na região.

“O gado está morrendo, as plantações estão morrendo, não há produção e, pior, muitas vezes não há água para o consumo humano. Esses impactos são sentidos, principalmente, na já tão sofrida face do homem do campo. Ao visitar a nossa zona rural constatamos um quadro desolador em muitas localidades”, lamentou.

Pedido de Estado de Emergência

Max disse urgente e necessária a ajuda do governo estadual e federal para atenuar a situação das famílias do campo. “Posso dizer que Codó hoje se encontra em estado de emergência. E este pedido de ajuda que faço hoje é suprapartidário. Não tem disputa política. Na verdade temos é que nos unir, temos é que chamar a todos para que possamos lutar para amenizar o sofrimento deste povo. O município não está tendo condições de atender toda a demanda somente com um carro pipa”. Finalizou.

Ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *