HOMEM É PRESO POR COBRAR PROPINA DE R$ 40 MIL COM A PROMESSA DE AUMENTAR OS VOTOS DE CANDIDATA A DEPUTADA FEDERAL

images

Imagem Ilustrativa

Uma pessoa que se apresentava como funcionário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) foi presa nesta quinta-feira (2/out) na cidade de Santa Inês oferecendo aumento de votos. Djalma Braga Coelho foi preso em flagrante pela Polícia Civil ao oferecer a possibilidade de aumentar de 15% a 20% a votação de uma candidata.

A tentativa de crime eleitoral foi desbaratada a partir de denúncia da assessora da candidata Luana Alves, esposa do prefeito Ribamar Alves, que recebeu uma mensagem eletrônica de Djalma oferecendo uma possibilidade de garantir aumento na votação. Ele pedia, em troca, R$ 40 mil à vista e R$ 15 mil depois da eleição, além de 10 contratos de R$ 2 mil cada.

A Polícia Civil combinou com a assessora de marcar uma reunião com o suspeito. A reunião foi gravada e Djalma, preso em flagrante. Na conversa com a assessora, ele garantia que a fraude seria executada por funcionários da Atlântica, empresa responsável pelo transporte de urnas eletrônicas no Maranhão, e poderia fazer a alteração nas cidades de Codó, Imperatriz, Santa Inês e São Luís. Outra pessoa que estava na companhia de Djalma, também foi presa.

Fonte Blog do Neto Ferreira

Um comentário em: “HOMEM É PRESO POR COBRAR PROPINA DE R$ 40 MIL COM A PROMESSA DE AUMENTAR OS VOTOS DE CANDIDATA A DEPUTADA FEDERAL

  1. mentiroso, só para enganar os bestas, a empresa que faz a coleta é os correios, porem neste ano o TSE não usará a logística dos correios, e sim do próprio TSE, mais uma pegar uma urna não vai adiantar de nada, pois os resultados vão na mídia de resultado, esta vai lacrada e selada da escola direto para o fórum e claro acompanhada por vários fiscais. e policia.
    só lorota para ganhar dinheiro dos bestas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *