HOMEM QUE MATOU O PRÓPRIO FILHO SOFREU QUEIMADURAS DENTRO DA DP DE COROATÁ

IMG_6250423146922

Assassino do próprio filho

Antonio da Conceição Sousa, 26 anos, cometeu um crime bárbaro no Povoado Alto do Campo, na divisa entre Coroatá e a cidade de Vargem Grande. Com problemas psicológicas, segundo a família, Antonio tomou a criança (seu filho), de apenas 3 meses, dos braços da mãe e atirou-a contra a parede da casa. O menininho quebrou as duas pernas e os dois braços. Não satisfeito, Antonio Conceição mordeu o rosto do filho, chegando a tirar um pedaço da pele da criança.

A polícia de Coroatá foi informada sobre o caso e com eficiência conseguiu localizar e prender o acusado. Ele ficou detido na DP local, em uma cela separada dos demais presos. Segundo o relato da própria polícia, Antonio Conceição passou a noite cantando e chegou a jogar fezes nos colegas de cela.

Um dia após a tragédia, ele foi encaminhado à UPA de Coroatá. De acordo com o que foi repassado à imprensa, inclusive publicado nos principais site do Maranhão, Antonio estaria sedado à espera de uma transferência para a cidade de Nina Rodrigues.

Chegou à nossa redação a informação de que o acusado foi encaminhado à UPA porque havia sido agredido por outros presos. Segundo o que foi apurado por nossa equipe, alguns presos atearam fogo em uma sacola plástica e jogaram em Antonio Conceição, que teve o rosto e várias partes do corpo atingidas. Não há qualquer informação sobre seu estado de saúde. Sabe-se apenas que ele está internado em uma sala para pacientes semi intensivos.

Fonte Coroatá Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *