IMORALIDADE: PREFEITA DE MATÕES É CAMPEÃ EM PROCESSOS NO MINISTÉRIO PÚBLICO

Prefeita-Suely-Pereira-225x300

Prefeita Suely Pereira

Virou uma palhaçada a administração municipal de Matões. A cidade tem sido alvo de denúncias constantes contra a prefeita Suely Torres.
A gestora virou a campeã no que diz respeito à ações na justiça por uso indevido do dinheiro público. Suely, que é mãe de Rubens Pereira Júnior – o deputado que tanto defende a moralidade – está sendo novamente acionada pelo Ministério Público por conta de irregularidades encontradas em sua gestão.
Desta vez, a Promotoria de Justiça de Matões ajuizou Ação Civil Pública, com pedido de liminar obrigando o município a providenciar as condições mínimas de funcionamento para o Conselho Tutelar.
De acordo com investigação do MP, o estabelecimento responsável pela política de atendimento à população infanto-juvenil encontra-se em situação precária, o que tem prejudicado o cumprimento de suas funções.
A promotora de justiça Patrícia Fernandes Gomes Costa Ferreira, autora da ação, informou que todas as medidas no âmbito extrajudicial foram propostas para tentar resolver a demanda administrativamente, mas o Município de Matões não tomou qualquer atitude. Em Recomendação, datada de 2013, o MPMA solicitou prazo para a estruturação do Conselho Tutelar, que nunca foi atendida.
“O Município de Matões não vem cumprindo suas obrigações legais e constitucionais no que diz respeito à criança e ao adolescente, eis que o Conselho Tutelar não possui qualquer estrutura para atender à demanda da comunidade, faltando-lhe recursos materiais e humanos básicos para o seu funcionamento a contento”, constatou a representante do Ministério Público.
Na Ação Civil Pública, a promotora de justiça detalha os itens que devem ser observados para a estruturação do conselho, como instalações adequadas, material de escritório, móveis, veículos, além de pessoal.
Em caso de descumprimento, foi requerida à Justiça a aplicação de multa diária no valor de R$ 1 mil, a ser corrigido monetariamente.

Fonte: Blog do Minard

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *