JOVEM É MORTA COM SETE FACADAS PELO EX-NAMORADO EM BACABAL

 

jovem

Foto Glalcyvandra Sousa

Ricardo Silva Carvalho, de 21 anos, assassinou com sete facadas a ex-mulher Glaucivanda Sousa Costa, de 18 anos, na noite de sexta-feira (30), no bairro Esperança, na cidade de Bacabal, e foi preso na manhã de sábado (31), na cidade de Olho d’Água das Cunhãs. Segundo a PM, o crime foi motivado porque o acusado não se conformava com o fim do relacionamento de quatro anos com a jovem, que morreu com o filho de 1 ano e sete meses no colo. Enquanto fugia, Ricardo Carvalho ainda enviou mensagens de “deboche” para o celular da vítima.

“Há dois anos, o casal morava junto e trocava agressões físicas e verbais mutuamente. Recentemente, a vítima resolveu se separar, foi morar com a irmã, porém, apesar de não demonstrar mais interesse em dividir o mesmo teto com o ex-companheiro, continuava se encontrando às escondidas com ele. No dia do crime, por volta das 21h, quando o autor a deixou na porta da casa da irmã, na Rua José Bonifácio, em uma moto Honda Biz vermelha (HPU-9898), a jovem foi trucidada a golpes de faca, quando desceu do veículo e segurou o filho”, informou o tenente-coronel Egídio Soares.

O assassinato brutal foi testemunhado pela irmã da vítima, que disse ter visto Glaucivanda Costa suplicar para não ser morta, afirmando, apesar da fúria de Ricardo Carvalho, que o amava muito. Após o homicídio, o acusado fugiu na moto e, de acordo com a polícia, várias mensagens de texto chegaram ao celular da vítima, enviadas pelo assassino minutos após o crime. “As mensagens tinham o tom de deboche. Ao verificarmos o conteúdo do celular, vimos que a jovem guardava outras mensagens de ameaça do ex-companheiro”, acrescentou o comandante do 15º Batalhão da PM.
PRISÃO DO ACUSADO

imgBinary

Foto Ricardo Silva

Após tomar conhecimento do crime bárbaro, que chocou a população bacabalense, policiais do Serviço de Inteligência do 15º BPM conseguiram localizar Ricardo Carvalho na cidade de Olho d’Água das Cunhãs, de onde pretendia partir rumo ao estado do Piauí. “Quando o prendemos, encontramos com o acusado uma folha de papel rabiscada com vários números de telefone da cidade de Teresina (PI), onde moram alguns amigos e a própria mãe do autor. No local da prisão, também soubemos que ele chegou a oferecer a moto de fuga para venda”, completou o tenente-coronel.

Ricardo Carvalho foi surpreendido, no fim da manhã de sábado (31), por volta das 11h, em um posto de combustíveis, onde aguardava um carro que o levaria para fora do Maranhão. Preso, o assassino foi reconduzido a Bacabal pela guarnição composta pelos tenentes Araújo e Nóbrega e ainda pelo sargento Portela e cabo do Vale. O assassino foi apresentado na 16ª Delegacia Regional de Bacabal, onde foi autuado em flagrante pelo delegado Day Robson Costa e Silva por crime de homicídio qualificado por motivo torpe e depois encarcerado para a disposição do Poder Judiciário.

Em depoimento, o assassino alegou ter agido em momento de fúria e descontrole total, ao saber que a jovem estaria em um salão de beleza, próximo de sua casa, para ir a uma festa. Ricardo Carvalho também contou outra versão para a dinâmica do crime. “Ela me ligou para que fosse buscar nosso filho, pois havia faltado energia lá na casa da irmã dela. Fui buscar a criança, mas depois fui informado de que a luz havia voltado e, quando fui deixar o menino novamente, ela não estava mais em casa e sim arrumando o cabelo no salão pra sair”, contou o assassino na delegacia.
Fonte Sergio Matias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *