LAMBANÇA E DESORDEM PROMETEM TER CONTINUIDADE NA CÂMARA DE CODÓ NESTA TERÇA (27)

Tomamos conhecimento de que o vereador Domingos Reis não pretende entregar a presidência da Câmara assim tão fácil para o ex ou atual presidente Expedito Carneiro. Acontece que nem mesmo a Justiça maranhense consegue dar um fim nesta novela que suja a imagem do Legislativo codoense.
De acordo com o que foi apurado, a casa permanece com dois presidentes: Expedito Carneiro, eleito para o atual biênio, porém afastado pelos colegas, que alegam que Expedito não tenha mais moral para permanecer no cargo e apontam várias irregularidades. Do outro lado, Domingos Reis, aliado do atual prefeito, utilizou se de um expediente e com a união de 13 dos 17 vereadores para afastar Expedito.
Como todos nós sabemos, os primeiros capítulos dessa novela começou com o rompimento de Expedito com o grupo do prefeito Franscico Nagib e seu pai. Com isso a guerra foi declarada e os dois grupos trocam acusações e diversas irregularidades vira e mexe vêm à tona. Mas parece que nem Ministério Público, nem mesmo o Judiciário não querem comprar essa briga. O certo é que a coisa parece estar longe de um final.

Fonte: Blog do de Bezerra

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *