LEONEL FILHO FALA SOBRE FAMÍLIA,TRADIÇÃO, FIDELIDADE POLÍTICA E UM BOM FUTURO PARA CODÓ

murad

Leonel,Andrea Murad e uma eleitora

Neto de grandes vultos políticos como Renê Bayma e Antônio Joaquim Araújo, o vereador Leonel Filho (PTN) concedeu entrevista ao programa Câmara Aberta e falou sobre tradição, fidelidade política e a formação de um projeto político para o município de Codó. O edil iniciou a entrevista dizendo que, independentemente de cor partidária, a politica sempre tem que ser pautada para o bem das pessoas. “Venho de uma família que é fiel aos seus valores mais profundos, e ao bem comum. Portanto, temos a obrigação de manter a tradição de fazer tudo o que é justo e leve o bem estar ao povo”, disse.
Parente de figuras ilustres como Lucia Bayma e Neide Magalhães, Leonel explicou que os laços de amizade, confiança e trabalho fazem parte da filosofia política de sua família e de seu grupo. “Quando apoiamos Andrea Murad não estávamos só apoiando uma pessoa de nosso grupo,estávamos apostando em uma jovem política que iria horar com todo trabalho feito por seu pai. Dentro dessa estrutura, nós só temos apoiado pessoas que contribuem para nossa cidade e região. Ao apoiarmos Ricardo Murad, dos deputados estaduais, o único que conseguiu uma unidade de saúde pública permanente para Codó foi ele”, afirmou.

SAÚDE E EMPREGO

O líder do governo na câmara de Codó ressaltou que foi no governo Roseana Sarney, e quando Ricardo Murad era secretário de saúde, que grandes conquistas foram alcançadas, como os hospitais regionais e as unidades de urgência e emergência. “Ricardo Murad trouxe a UPA, os hospitais de Peritoró, Timbiras e Coroatá, trazendo mais estrutura e atendimento para os pacientes, além de empregos para os profissionais de toda nossa região”.
As nove ambulâncias para Codó e os 160 empregos diretos gerados pela vinda da UPA para o município, durante a gestão do então secretário de saúde Ricardo Murad, também foram feitos recordados por Leonel Filho. “Sem dúvida foi o deputado estadual que apoiou de forma expressiva o prefeito Zito Rolim em sua jornada para mudar a realidade de Codó”.

ESTRUTURA E SEGURANÇA

O Vereador Leonel Filho comentou em sua entrevista sobre as conquistas do município nas áreas da segurança e infraestrutura durante a gestão de Ricardo Murad. “Não podemos esquecer o esforço do então secretário Ricardo Murad nas áreas da infraestrutura e segurança, com a vinda do Batalhão de Codó e o Centro de Ressocialização, que foi um compromisso dele, e do apoio para a construção da ponte sobre o Rio Codozinho e a estrada que liga Vargem Grande a capital São Luís”.

DEPUTADA ANDREA MURAD

O parlamentar codoense encerrou sua entrevista declarando que seu apoio a Deputada Andreia Murad, além de ser um grande vínculo de ideais e convicções politicas, é uma certeza no futuro do povo do Maranhão. “Votei e voto em Andrea pelo esforço que seu pai fez pelo povo de nosso estado, e ele continua fazendo, e por mantem sua posição e suas convicções politicas em busca do melhor pro nosso povo.Nosso grupo é forte e continua aguardado o posicionamento do prefeito Zito Rolim, para escolhermos um bom candidato e continuarmos a marchar em busca de melhores dias para o povo de Codó”.

Ascom.

Um comentário em: “LEONEL FILHO FALA SOBRE FAMÍLIA,TRADIÇÃO, FIDELIDADE POLÍTICA E UM BOM FUTURO PARA CODÓ

  1. MAIS UM HOSPITAL FANTASMA NO GOVERNO PASSADO
    Caso de polícia: Rogério Cafeteira denuncia mais uma irregularidade de Ricardo Murad
    Posted on 30 de junho de 2015 by Leandro Miranda
    O deputado e líder do governo na Assembleia Legislativa, Rogério Cafeteira (PSC), denunciou irregularidades no processo licitatório da construção do hospital de Rosário. Rogério lembrou que auditoria realizada pela Secretaria de Transparência do Estado aponta para graves irregularidades, além de pagamentos ilegais. Segundo ele, para a construção do hospital de 50 leitos foram pagos 4,8 milhões de reais, no entanto, efetivamente, só foram medidos R$ 591.074,00 em terraplanagem.
    “E aqui é importante que se ressalte esse tipo de procedimento que aconteceu, que não é o único infelizmente, foi no montante de mais de 240 milhões de reais pagos no fim do governo de forma irregular, sem a devida autorização do BNDES. Esses pagamentos, essas irregularidades causaram a paralisação das obras e prejuízo gigantesco não só à população, como às empresas que ficaram sem a possibilidade de receber, pois o banco cobrava do Estado 243 milhões de pagamentos indevidos”, concluiu.
    Rogério afirmou que o ex-secretário Ricardo Murad vai ter que se explicar e prestar contas obre o pagamento do hospital e que se trata de um caso de polícia já que houve desvio de recursos públicos e inúmeras irregularidades na licitação. “Os procedimentos de auditoria não são de agora. Quem cobra também tem que pagar”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *