LÍDER DO GOVERNO NA CÂMARA DIZ QUE POPULAÇÃO NÃO FICARÁ SEM RESPOSTA SOBRE CASO HGM

DSC_1140

Leonel Filho

O Vereador Leonel Filho (PTN) esclareceu na tribuna da Câmara Municipal de Codó que o fato ocorrido no último dia 03 dentro do Hospital Geral Municipal não ficará sem uma resposta clara para ser passada à sociedade e à família da vítima. O edil disse que o executivo e legislativo lamentam o fato e que o governo está apurando as causas da morte da paciente e seu filho.

O governo não admite. O Secretário de Saúde e o prefeito Zito Rolim não admitem acontecer um fato lamentável desses e que as reais causas não sejam verificadas. Medidas estão sendo tomadas. Está acontecendo uma apuração das causas que levaram ao ocorrido no HGM. Apuração está sendo realizada por uma enfermeira do estado, especialista em fazer esse tipo de investigação, em que pacientes ou crianças venham a óbito. Com a apuração e a avaliação de um especialista podemos verificar se houve ou não negligência ou imperícia de profissionais”, disse o vereador.

O Líder do Governo na Câmara ainda declarou que, após a investigação, o governo dará uma satisfação e uma resposta à população, mas advertiu que fatos como estes não podem ser usados com intenções políticas pela oposição. “O governo está solidário com a família por este fato lamentável, mas que está sendo apurado com todo o rigor. No entanto, não podemos deixar que acidentes, ocorrências eventuais e fatos isolados relacionados a atendimento inadequado em hospitais não sejam usados para fins políticos. Não podemos usar a dor das famílias para querer destacar questões de disputas políticas”.

O parlamentar pediu cautela na hora de julgar ou acusar pessoas antes que tudo seja esclarecido. “E não podemos atribuir ao prefeito de uma cidade por alguma negligencia ou imperícia ocorrida em um atendimento médico. Uma administração contrata profissionais acreditando na capacidade relatada em seus currículos.Também podemos culpar ou denegrir nome de profissionais antes que se comprovem os fatos”.

Revisão Cadastral Bolsa Família 2014

Leonel Filho destacou o trabalho realizado pelo novo gestor do Bolsa Família no município de Codó, Edvaldo Alves, que deu início as atividades de Revisão Cadastral 2014 do Programa Bolsa Família. O edil lembrou que a revisão é dirigida as famílias beneficiárias do Programa que, em 31 de dezembro de 2013, completaram dois anos sem atualizar as informações no Cadastro Único, e que o responsável pela família beneficiária deve procurar imediatamente o Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) mais próximo de sua residência, ou a Secretaria Municipal de Assistência Social e Segurança Alimentar, apresentando, obrigatoriamente, o seu CPF ou título de Eleitor, para atualizar seus dados cadastrais, até o prazo de 19 de setembro de 2014.

Ascom/Vereador Leonel Filho

 

 

3 comentários em: “LÍDER DO GOVERNO NA CÂMARA DIZ QUE POPULAÇÃO NÃO FICARÁ SEM RESPOSTA SOBRE CASO HGM

  1. Depois de R$ 5,4 milhões em materiais de expediente, Codó torra mais R$ 2,7 em transporte
    junho 10th, 2014 correiocodoense

    Foto: reprodução

    O Blog denunciou neste fim de semana gastos exorbitantes feitos pela Prefeitura Municipal de Codó. Somente na aquisição de materiais de expedientes destinados as diversas secretarias municipais foram mais de R$ 5 milhões. (reveja)

    Pois bem, dando mais uma olhada no Diário Oficial do Estado do Maranhão, vendo as publicações do mês de maio encontramos mais um extrato de contrato milionário. O Fundo de Manutenção da Educação Básica (FUNDEB) está disponibilizando à empresa FZ Construções e Serviços Eireli-ME o valor de R$ 2.723.844,40 (Dois milhões, setecentos e vinte e três mil, oitocentos e quarenta e quatro reais e quarenta centavos), para que seja realizado o serviço de transporte escolar.

    Esta empresa não é desconhecida. Em março do ano passado ela ganhou um dinheiro alto num contrato assinado com a prefeitura de Buriticupu, no valor de mais de R$ 7 milhões, para locação de veículos. Na época a origem da empresa, com sede no interior do Ceará, foi taxada como duvidosa.

    Na época, foi montado um ranking com 10 municípios que assinaram contratos milionários de locação de veículos no Estado e o município de Codó ficou em 4º lugar, perdendo para , Buriticupu, Grajaú e Palmeirândia.

    O que surpreende é que tanto dinheiro está sendo pago a determinadas empresas, e a situação em Codó não é uma das melhores do estado, principalmente no setor da Educação. Veja!

    Abaixo a publicação no Diário Oficial do Estado, com os gastos de quase R$ 3 milhões

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *