LOJA É ASSALTADA EM COROATÁ E O ACUSADO É PRESO PELA POLÍCIA

DELEGADO

Delegado

O crime aconteceu por volta das 15 horas desta quarta feira (23/10) no centro da cidade. Segundo a informação da polícia, o suspeito trata-se de José Edilson, de 27 anos, mais conhecido como “Macaquinho”, ele entrou no Bazar dos Cosméticos com uma arma em punho e anunciou o assalto. Logo em seguida rendeu uma funcionária. A dona do estabelecimento tentou correr ao perceber o criminoso, mas acabou sendo impedido por “Macaquinho” que, de acordo com as informações, agrediu a mulher. O homem levou alguns objetos do estabelecimento e fugiu rapidamente.

A polícia foi acionada e após receber as características do suspeito chegou até José Edilson. O delegado de Coroatá, Samuel Morita, falou com exclusividade ao Programa Balança Cidade, comandado pelo apresentador e vereador Junior Buhatem.

MACAQUINHO

Acusado

“É um individuo conhecido por todos, um bandido. Embora esse flagrante não tenha materialidade, não foi encontrado os objetos roubados, nem a arma do crime, nós vamos fazer o flagrante dele mesmos assim. Porque existe o reconhecimento das vítimas. A polícia vai fazer e ta fazendo o papel dela, no sentido de prender esses criminosos, esses assaltantes que vem aterrorizando a cidade”, disse o delegado.

O suspeito, “Macaquinho”, deu sua versão para o apresentador Junior Buhatem negando que tenha praticado o assalto.

“O que eu tenho a dizer para a população é que eu não to envolvido nesse assalto não. Tão me acusando ai, eu corri sim, não vou mentir, eu corri porque eu tava foragido daqui, ai na hora que eu vi o carro eu me evadi do local. Com medo de ser preso, mas não era porque eu agredi a mulher não. Eu espero que ela esteja me vendo, porque eu não agredi, não botei arma na sua cabeça em nenhum momento. Vai aparecer quem fez isso ai, mas não foi eu não”, contou o suspeito.

Fonte Coroatá Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *