LOUVÁVEL: GOVERNO FLÁVIO DINO ENVIARÁ A CODÓ 80 TONELADAS DE SEMENTES

mais-sementes-240-x-400px-1

Imagem ilustrativa

O Programa ‘Mais Sementes’, iniciativa do Governo do Maranhão em apoio aos agricultores na produção de itens essenciais na mesa dos maranhenses, entregará a Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e de Extensão Rural do Maranhão – AGERP do município de Codó, 80 toneladas de sementes, sendo 53 toneladas de sementes de milho e 27 de arroz.

O ato de entrega acontecerá no próximo dia 20, e contará com a presença de representantes do governo do estado, de funcionários da Agerp e do vereador Pedro Belo. O parlamentar comemorou a notícia e lembrou que o Governador Flávio Dino sempre garantiu apoio aos produtores da região dos cocais.

 “O governador Flávio Dino iniciou um novo momento na agricultura do Maranhão, a região dos cocais, por exemplo, sempre foi beneficiada com os programas criados por ele. E foi pensando em uma cesta básica mais farta para o nosso povo, que o Governo do Estado criou o ‘Mais Sementes’. A vinda dessas 80 toneladas de sementes é sem dúvidas a melhor notícia para os agricultores de nossa região nesse final de ano”, concluiu Pedro Belo.

Feliz com a notícia da distribuição das ementes, o codoense Antônio de Sousa, que tem como modo de sobrevivência a agricultura familiar, agradeceu o apoio do Governo do Maranhão.

“A gente sabe a diferença que faz receber essas sementes. É com o que a gente planta, é com elas que sustentamos a família. Estamos muito satisfeitos com essa ajuda que o governador vai mandar”, declarou o produtor.

O governador Flávio Dino adotou um novo sistema de disponibilização de sementes que deverá acabar com um antigo problema: a dificuldade de germinação. Isto porque as sementes ficavam muito tempo estocadas, aguardando o momento da entrega, ou porque eram disponibilizadas depois do período de chuvas e de plantio, o que prejudicava a produtividade da safra. O novo sistema implantado na gestão do governador, recupera, antes de tudo, o tempo, permitindo que elas sejam utilizadas para seu fim original.

 ASCOM / Agerp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *