MORADORES DO KM 17 REVELAM QUE ASSASSINO DE GILBERTO CARVALHO PODE TER PROBLEMAS MENTAIS

Criminoso-250x250

Foto reprodução FCTV

No quartel da polícia militar de Codó, o lavrador Antonio Sousa Palhano, de 42 anos, se atrapalhou todo ao falar da morte do bancário Gilberto Carvalho. “Ele colocou uma arma na minha cabeça, há sete anos. De vez em quando eu conversava com ele e ele dizia pra mim: rapaz o que eu fiz com você, com suas crianças só se você me matar” revelou o lavrador a respeito de Gilberto Carvalho.

PROBLEMAS MENTAIS

Alguns moradores do km 17, que conhecem o assassino do bancário Gilberto Carvalho, revelam que o mesmo pode ter problemas mentais. A informação partiu de um lavrador que também mora na comunidade, ouça a entrevista abaixo feita pela Repórter Edivânia de Paula.

4 comentários em: “MORADORES DO KM 17 REVELAM QUE ASSASSINO DE GILBERTO CARVALHO PODE TER PROBLEMAS MENTAIS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *