NAMORADO DE ESCRIVÃ ASSASSINADA EM CAXIAS TERIA TENTADO “VINGANÇA”

10269493_724331920943569_1625511341097497550_n

Vítima

O corpo de Loane Maranhão da Silva Thé foi reconhecido em Caxias pelo pai, Flávio Weimar. Ele foi  buscar os pertences e cuidar do traslado do corpo da filha para Teresina.O velório da escrivã piauiense vai acontecer na capela da funerária Pax União, situada na Avenida Miguel Rosa, Centro de Teresina.

Lorane Maranhão era sobrinha de um dos advogados criminalistas mais conhecidos do Estado, Nazareno Thé. A jovem assassinada era irmã de uma das vítimas do acidente aéreo ocorrido em Teresina dia 16 de dezembro passado.

Loane namorava com um policial civil. Algumas testemunhas garantem que, na hora que ele soube da morte da namorada ficou transtornado e entrou no 1º DP de Caxias querendo vingar a morte da amada.

Escutou-se dois disparos dentro da delegacia. Teriam sido dados na direção de Francisco Alves. A “vingança” só não teria se consumada porque colegas policiais teriam evitado. Eles pediram que o namorado de Loane se acalmasse.

Fonte Douglas Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *