NO MARANHÃO, DISPUTA PELO SENADO CONTINUA INDEFINIDA

Um dado chama a atenção para a mais disputada eleição ao Senado Federal das últimas décadas no Maranhão. Faltando poucos dias para o primeiro turno das eleições, todas as pesquisas de intenção continuam com um alto índice de indecisos, acima de todas as médias já registradas em eleições anteriores.

A última sondagem realizada pela pesquisa Exata/JP apontou 28% de eleitores que não responderam ou não sabem em quem votar para o Senado. Já a pesquisa do Instituto Data M, contratada pelo Sinduscon-MA (Sindicato da Indústria da Construção Civil no Maranhão) mostra 44% de indecisos e 31,9% de pessoas que afirmam não votar em nenhum dos candidatos. Ou seja, uma indefinição de 75,9%.

Emsetembro, o Ibope também divulgou uma pesquisa de intenção de votos com um percentual de 38% do eleitorado indeciso e uma variação de 17 a 30% de votos nulos e brancos, para a primeira e a segunda vaga de senador, respectivamente. Ter que digitar duas vezes para as duas vagas ao cargo, em 2018, é algo que a maioria dos eleitores ainda não sabe.

Outro aspecto que chama atenção na preferência do eleitorado para o Senado Federal é a diferença mínima entre os primeiros colocados.

Nenhum deles aparece com larga vantagem sobre os demais. As pesquisas costumam apresentar margem de erro, pois o voto do eleitor é volátil e sujeito a mudanças que podem acontecer do caminho de casa até a urna de votação. Os dados aferidos revelam que ainda podem ocorrer surpresas na eleição dos candidatos que disputam as duas vagas. Ou, numa hipótese mais realista, o elevado percentual de eleitores que não sabem em quem votar para os representantes do estado na Câmara Alta do Congresso demonstra que não há candidatos consolidados no pleito.

Fonte: Gilberto Léda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *