O DESGOVERNO DE QUEM NÃO GOVERNA

 

Glauber-Rogers-189x300

Glauber Frazão

Eis a que ponto chegou Timbiras, um caos total. De certa forma, isso que a massacrada população timbirense está vivenciando é natural e, digo mais, era o esperado. Ora, está se falando da administração da família ‘FOTO’, que sempre se pautou pelo descaso, descompromisso com a administração do município, basta olhar o histórico de seus pares. Para os menos avisados e, principalmente, os maus intencionados que defendem esse desastroso governo com unhas e dentes, resta comprovado que o gestor é incapaz, dependente, desregrado, esbanjado e desnorteado.
Isso faz sentido, não faz? Acrescente-se, ainda, uma pitada de corrupção, mentira e compadrio, só para deixar mais claro o ponto de desgoverno em que estamos.
Timbiras anda tal e qual um navio desgovernado, sem rumo. Anda ao sabor da maré, das correntes, dos ventos e das tempestades. O diferencial é que um navio desgovernado só o é por falta de alternativas, por acidente. O navio ‘TIMBIRAS’, pelo contrário, está desgovernado por opção do seu comandante e, por complacência dos seus tripulantes.
Sem dar a devida importância para a causa, o ‘comandante’, permanece e permanecerá tranquilo, pois sabe que pelo menos ele próprio caberá no bote salva-vidas. A cada quatro anos, assistimos e aceitamos impávidos e serenos, o comandante encher (ilicitamente e descaradamente) seu bote com o máximo que puder e, depois partir, tranquilo, impune, para sempre … ou melhor, até a próxima eleição. Talvez porque, de fato, sua ramificação (linhagem) sempre consegue voltar ao comando do navio, mas, isso só porque a nossa vista e memória são curtas e, rapidamente, o perdemos no horizonte, esquecendo, outrora, da sua incapacidade e despreparo (lembrem-se, também, da linhagem antecessora) como verdadeiro homem de comando, como o líder que deve ser.
E nós, tripulantes, não podemos ficar inerte, observando, rindo e chorando e, simplesmente, esquecer e/ou aceitar tudo sem protestar, pacificamente, em prol da coletividade.
Não queremos ver o navio a afundar. Até porque debaixo de água não haverá oxigênio.

(Glauber Frazão/adaptado)

Um comentário em: “O DESGOVERNO DE QUEM NÃO GOVERNA

  1. O NAVIO JÁ AFUNDOU HA MUITO TEMPO. E SÓ PRA ESCLARECER, O QUE FIZERAM ONTEM A NOITE NA MINHA CONCEPÇÃO NÃO FOI ATO DE VIOLENÇIA E SERIA, SE FIZESSEM TODA AQUELA QUEBRADEIRA NO PRÓPRIO. POIS ELE SIM MEREÇE, POIS NÃO HÁ VIOLENÇIA MAIOR QUE A ESSE CARA(FABRICIO DO FOTO) ESTÁ FAZENDO COM ESSA TÃO SOFRIDA POPULAÇÃO TIMBIRENSE.É LAMENTÁVEL VER O QUE ELE TÁ FAZENDO COM O SEU ELEITOR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *