O “MALDITO” LEILÃO QUE PODE COMPLICAR A EX-PREFEITA DE ARAME

A ex-prefeita de Arame, Jully Menezes, é alvo de um inquérito civil que apura possíveis irregularidades em um leilão que teria comercializado bens do município sem autorização legislativa e em desacordo com as normas licitatórias.

Além da ex-prefeita Jully Hally Alves de Menezes, são investigados Raimundo José Ribeiro da Silva e Pedro Hypolito de Azevedo Filgueiras Lobo. O Ministério Público Estadual vai dar continuidade às investigações visando a apuração dos fatos para instaurar uma ação civil pública sobre o leilão nº 005/2018.

A Procuradoria Geral do Município de Arame será informada para que tome conhecimento dos fatos e apresente informações sobre as providências adotadas para resguardar o patrimônio municipal.

Fonte: Werberth Saraiva

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.