O SUMIÇO: POR ONDE ANDA O EX-DEPUTADO CAMILO FIGUEIREDO?

images

Camilo Figueiredo

Já era difícil ver o ex-deputado Camilo Figueiredo em Codó quando estava com mandato. Imagine agora que ele não é mais deputado? O homem tomou um chá de sumiço, que não se houve mais falar em Camilo Figueiredo mesmo. É fato que Camilo sempre foi um deputado ausente na Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão. Camilo era um dos parlamentares mais faltosos naquela Casa e não fazia questão de esconder. Talvez por conta disso não foi reeleito, pois a ausência às vezes é atrevida demais. Nem mesmo em sua emissora de televisão, ele tem aparecido para dar o ar da graça aos seus eleitores que ainda restam na cidade de Codó.

O SUMIÇO DO REVOLTADO.

Esse sumiço de Camilo pode ser por conta da decepção nas urnas no ano passado. Pessoas próximas a Camilo confirmaram ao titular do Blog do de Sá esta semana que o ex-deputado anda meio revoltado com algumas coisas que a política lhe proporcionou. Uma delas seria o sumiço de muitos “amigos” depois que Camilo perdeu as eleições. Aquela “renca” que andava com ele não quer nem saber mais de andar com o homem. Isso é o que a vida nos proporciona quando não ouvimos os conselhos dos mais experientes.
Quando Camilo era deputado e estava em Codó era muito fácil de saber. Bastava passar em alguns bares e quando de longe se avistasse uma multidão era um sinal que por ali estava o deputado. E para se ter certeza de que era ele mesmo, bastava se aproximar um pouco mais e ver algumas figuras, como lapões, sacos de farinha seca e uma boa sinuca.

CARGO NO GOVERNO DO ESTADO.

Para não ser ingrato com o ex-deputado Camilo Figueiredo, o governador Flávio Dino, por meio do senador Roberto Rocha, do vice-governador Carlos Brandão e do secretário Márcio Jerry, deu um pequeno presente ao ex-deputado. Camilo foi agraciado com um emprego no Governo do Estado. Mas algo que anda muito distante de ser como um cargo de deputado. Isso estaria deixando o ex-deputado meio cabisbaixo, e não é para menos. Para quem tinha um cargo de deputado nas mãos, sendo bajulado 24 horas por diversos asseclas, as coisas mudaram muito. E agora essa esta sendo a vida de quem passou 20 anos sentando em uma cadeira na Assembleia Legislativa do Maranhão.

10 comentários em: “O SUMIÇO: POR ONDE ANDA O EX-DEPUTADO CAMILO FIGUEIREDO?

  1. DEIXEM O CAMILO EM PAZ, TEMOS COISAS IMPORTANTES A PERGUNTAR. ONDE ESTÃO OS MAIS DE DEZ MILHÕES DE REAIS DE ALIMENTOS, DESTINADOS PARA A MERENDA ESCOLAR?? OUTRA PERGUNTA: PORQUE NÃO TEM MERENDA NAS ESCOLAS??. OUTRA PERGUNTA: COMO, UMA EMPRESA QUE TEM UM CAPITAL DE r$1,00 (HUM REAL) PODE VENDER, MAIS DE DOIS MILHÕES DE REAIS EM PRODUTOS ALIMENTÍCIOS??.
    MAIS UMA PERGUNTA: COMO A DISTRIBUIDORA SENECA, FATUROU MAIS DE CINCO MULHÕES DE REAIS EM ALIMENTOS E O CAPITAL É DE APENAS R$480.000,00 E AS SUAS COMPRAS, ACUMULADAS EM 23/04/2015 NÃO PASSARAM DE R$7.182,00 E AINDA TEM, UMA FATURA DA CAEMA, VENCIDA EM MARÇO/2015, NO VALOR DE R$486,00 E ATÉ AGORA FIGURA COM IMPAGA??. SE QUIZEREM MAIS PERGUNTAS, AVISO, SOMENTE APÓS AS RESPOSTAS DAS QUE EU FIZ.

  2. QUEM TEM VOTO E CURRAL, É QUEM MANDA EM CODÓ.
    A politicagem envergonha a decência e atrasa a nação codoense.
    Maria Luíza-coordenadora do Cras km 17 a 4 anos e 9 meses foi afastada e substituída do cargo por determinação da secretaria Cinthya Rolim…Em seu lugar foi empossado o senhor Joílson Neres ex-funcionário da CIRETRAN de codo,demitido pela denuncia da vendas das descargas cadrons,não se sabe ainda os motivos do afastamento da ex-chefe do Cras que é pedagoga e psicologa,portanto mais que preparada para ocupar o cargo.. Sabemos apenas que foi indicação dos REIS do KM 17. O comentário na cidade é que o rapaz agora chefe do Cras sabia muito sobre o escândalo da venda das descargas e não podia ficar chupando o dedo. É aquela velha historia: ou me arranja um emprego ou abro a boca. A comunidade esta preparando um abaixo assinado pedindo a volta dela e não aceita o atual chefe do Cras..uma observação: pra ser coordenador tem que ter o perfil de pedagogo..

  3. está pagando pelos os seus próprios erros, e não só ele, como seu pai também, tiveram tudo em uma determinada época, ele deputado, o pai prefeito, na época amigos do governador zé reinaldo, mais sempre fizeram política com perseguição, mandando bater nos outros, e o pai está ultrapassado, fazendo política como se estivesse nos anos 80, resumindo, é o fim dos Figueredo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *