O VALENTÃO: HOMEM SURTA NO ARMAZÉM PARAÍBA DE PEDREIRAS E ACABA PRESO

3e92e309-e79a-4bd4-a260-b81a70f9986a

Francisco Araújo Sousa

Evandro Francisco Araújo Sousa, morador de Joselândia (MA), foi preso no interior da loja Armazém Paraíba de Pedreiras (MA).

Ele chegou a Loja na manhã desta segunda-feira (22), escolheu cerca de R$ 7.000,00 (sete mil reais) em mercadorias. Tentou pagar as compras através de cartão de débito, porém, foi o mesmo foi recusado em decorrência do valor extrapolar o limite do sistema. Recebeu o número da conta bancária da Loja e se dirigiu a agência do Bradesco de Pedreiras para fazer a transferência.

No Bradesco de Pedreiras também ele não conseguiu fazer a transferência de R$ 7.000,00, porque na conta tinha somente R$ 1.500,00 (mil e quinhentos reais). Ele surtou dentro da agência, gritando que o Bradesco tinha roubado o dinheiro dele. No meio da confusão, o aparelho celular de uma funcionário da agência sumiu. A polícia foi acionada.

20160222072955

Paraíba da cidade de Pedreiras-MA

Evandro voltou para a Loja Armazém Paraíba, tentou realizar uma nova compra e o cartão voltou a ser recusado; ele surtou novamente, pegou um ferro elétrico e atirou contra um fogão. A gritaria de Evandro ecoou por dentro da loja, alarmando clientes que pensaram se tratar de assalto, resultando em um grande tumulto de clientes fugindo da loja.

Enquanto funcionários da loja tentavam conter Evandro, três policiais civis que já estavam no encalce dele por conta do tumulto no Bradesco, chegaram à loja e lhe deram voz de prisão. Acuado, diante dos policiais civis, Evandro fez gesto que sacaria uma arma da cintura, porém, foi rapidamente dominado pelos policiais, colocado no chão e algemado. Ele não estava armado e foi conduzido para delegacia.

Na 14ª Delegacia Regional, em Pedreiras, Evandro foi entrevistado pelo repórter Ricardo Farias, do Programa de Chico Corinto da TV Record local; chorando e mostrando arrependimento, ele relatou que não é assaltante, é morador de Joselândia e não furtou o celular do gerente do Bradesco de Pedreiras. O caso ficará na responsabilidade da polícia civil.

Fonte: Blog do Carlinhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *