PREFEITO DE CODÓ ADIA OS PROBLEMAS DA GESTÃO E VEM SE TRANSFORMANDO NUM DESASTRE

Diante de tantos desmandos e falta de compromisso com a população, o prefeito de Codó, José Francisco, já está enfrentando em apenas oito meses de governo a pressão popular, que outrora estava a seu favor. A expectativa de uma gestão renovadora foi grande. Uniram-se todas as forças da oposição em torno do “Zé”, e agora até mesmo os que fizeram isso já sentem na pele a falta de responsabilidade da gestão “DESASTROSA” de Zé Francisco.

AGUENTARIA ELE A PRESSÃO DO POVO E DA MÍDIA?

Pode até se dizer que o prefeito Zé Francisco está “NUM MATO SEM CACHORRO”, isso em decorrência de não ter uma equipe de mídia sequer a seu favor. As ações do governo nem mesmo os aliados conseguem ver. Se é que elas existem. Todas as Rádios, blogs mais acessados, TVs, já atendem os reclames da população com denúncias contra o gestor. A mídia codoense até deu um espaço de tempo para que o governo se encontrasse, mas isso hoje já não é mais possível, diante do tempo que o governo já teve para mostrar ao que veio. Nem mesmo simples ações fazem do governo “CIDADE DE TODOS” uma coisa notória. Com esse jeito  “MALDOSO” de administrar, a cada dia que passa a coisa só piora para ele, que vê os desmandos acontecerem e finge que nada está acontecendo, fazendo ouvido de mercador.

DENÚNCIAS E MAIS DENÚNCIAS.

Toda imprensa codoense e da região recebem cotidianamente denúncias contra a gestão Zé Francisco. São prestadores de serviços que não recebem, a saúde que vai de mal a pior, a educação que nem as aulas iniciaram ainda, licitações duvidosas e com valores exorbitantes favorecendo aliados e muitas outras denúncias que chegam diariamente às redações da imprensa.

A MALDITA PROMESSA

Sem noção do que diz, Zé Francisco afirmou em período eleitoral que mudaria a saúde de Codó em apenas 90 dias. Foi uma promessa que até serviu de mangação por parte do codoense mais sensato, que sabia que jamais o “ZÉ” conseguiria resolver isso em apenas 90 dias. Agora, sem explicação e sem alguém para defendê-lo com categoria, o prefeito vê seu governo entrar num mar de lama e certamente sem condições de resolver todos os problemas, mesmo tento mais de três anos de gestão pela frente. Parece que o “ZÉ” ainda não entendeu que é preciso governar com a razão e o coração, deixando as picuinhas e às intrigas de lado.

EM CODÓ, VEREADOR DIZ QUE FOI ABANDONADO POR ZITO E NAGIB

Ao assumir o mandato de vereador na noite desta segunda-feira (14), Valdek Frota, sem dizer nomes, disse que foi traído pelo grupo político que participava. Valdek Frota é um homem de pensamento sensato e fez um discurso ilibado diante da platéia que assistia atenta a sua fala. Mas uma coisa o vereador Valdek não conseguiu explicar aos seus pares e a platéia: ele usou meias palavras e acabou que deixando de dizer quem o abandonou, se foi Zito Rolim ou se foi Francisco Nagib.

FUI ABANDONADO

Ainda num discurso sem citar nomes, Valdek Frota disse que foi abandonado quando mais precisou do grupo que ele participava e quem o ajudou foi o atual prefeito José Francisco, sendo que seu grupo político virou às costas.

O vereador citou também um momento difícil que passou em sua vida, com problemas de saúde. Ele agradeceu aos seus familiares, aos vereadores presentes, ao prefeito, por tê-lo convidado a fazer parte da gestão atual, e encerrou seu pronunciamento de forma humilde e reafirmou que não traiu o grupo que participava. “Eu não sou político de dizer só aquilo que prefeito quer ouvir e infelizmente teve prefeito que era assim”, encerrou Valdek. É bom lembrar que o vereador Valdek Frota fazia parte do grupo dos ex-prefeitos Francisco Nagib e Zito Rolim, e é justamente por lá que os aliados políticos nunca tem autonomia para nada. Valdek Frota assumiu a vaga do vereador André Jansen que agora é secretário de governo na gestão Zé Francisco.

MULHER QUE ESCONDIA DROGA NA CUECA DO FILHO DE 6 ANOS É PRESA EM BURITI BRAVO

A Polícia Civil do Maranhão, por meio da Delegacia de Policia Civil de Buriti Bravo, com apoio da Polícia Militar, realizou diligências após denúncias anônimas de tráfico de drogas intermunicipal, prendeu em flagrante delito por volta de 16:30 de ontem 14/09/2021, a nacional T.N.O. na MA-034, que estava em uma van que faz linha para Teresina. Foi encontrado certa quantidade de uma substância análoga a cocaína e uma trouxinha de maconha. A referida droga estava escondida dentro da cueca do filho da conduzida de apenas 6 anos de idade. Após os procedimentos legais, a conduzida foi encaminhada para UPR de São João dos Patos, onde ficará a disposição do Poder Judiciário.

A Polícia Civil de Buriti Bravo disponibiliza o número de Whatsapp (99) 99951-5465 para que a população possa realizar denúncias, sendo garantido o total sigilo do denunciante.

Texto: Marco Júnior 

CAMINHÃO CARREGADO DE BEZERRO ROUBADO EM PARAIBANO É ENCONTRADO EM GRAJAÚ

Um caminhão roubado carregado com 49  bezerros no município de Paraibano, no Maranhão, foi recuperado na cidade de Grajaú pela Polícia Rodoviária Federal pouco menos de 24 horas após o roubo. A ação aconteceu na manhã desta terça-feira (14).

De acordo com a PRF, os policiais abordaram o veículo após denúncias de que um caminhão com as mesmas características estaria estacionado no pátio de uma borracharia às margens da BR-226. Ao averiguarem, foi identificado o caminhão roubado no dia anterior.

Os bezerros foram retirados da carroceira e o condutor não foi localizado. Na cabine foram encontrados uma Carteira Nacional de Habilitação e R$ 5 mil em espécie.

O proprietário do caminhão foi instruído a sinalizar a ocorrência no sistema de registro de furtos e roubos de animais e maquinário agrícola da PRF.

O veículo e os itens apreendidos foram entregues à Polícia Judiciária de Grajaú.

Fonte: Imaranhão

EM MAGALHÃES DE ALMEIDA, MINISTÉRIO PÚBLICO PEDE EXONERAÇÃO DE 22 PESSOAS LIGADAS AO PREFEITO

As medidas incluem a exoneração imediata de 22 pessoas com grau de parentesco com o prefeito, vice-prefeito, vereadores e secretários municipais. Caso o prefeito não atenda, o MP acionará o poder Judiciário.

O Ministério Público do Maranhão, por meio da Promotoria de Justiça da Comarca de Magalhães de Almeida, recomendou ao prefeito do município, Raimundo Nonato Carvalho, a adoção de medidas voltadas a acabar com a prática de nepotismo identificada na gestão. As medidas incluem a exoneração imediata de 22 pessoas com grau de parentesco com o prefeito, vice-prefeito, vereadores e secretários municipais.

De acordo com a Recomendação, assinada pelo promotor de justiça Elano Aragão Pereira, titular na Comarca de Magalhães de Almeida, as portarias de exoneração dos servidores devem ser encaminhadas para a Promotoria em um prazo de 30 dias.

Além disso, foi determinado um prazo de 60 dias para exoneração de todos os todos ocupantes de cargos comissionados ou funções de confiança que sejam cônjuges ou companheiros ou detenham relação de parentesco consanguíneo, em linha reta ou colateral, ou por afinidade até o terceiro grau com o prefeito, vice-prefeito, secretários municipais, chefe de gabinete, procurador-geral do Município, vereadores ou de servidores detentores de cargos de direção, chefia ou de assessoramento.

ambém foi recomendado que o gestor se abstenha de nomear pessoas que tenham grau de parentesco com ocupantes de cargos da administração municipal.

Conforme destaca a manifestação ministerial, a manutenção da prática de nepotismo caracteriza ato de improbidade administrativa, podendo resultar na aplicação das sanções previstas no art. 12 da Lei 8.429/93.

Informações do MPMA, via Minuto Barra

APÓS COMER DINHEIRO E COMPRAR HORRORES, MILIONÁRIO DO BREGA GANHA DE NOVO NA LOTERIA

Do interior do Maranhão, na cidade Pinheiro, o cantor Edésio Nascimento, de 53 anos, se diz um homem sortudo e abençoado. Afinal, em menos de três meses, ele conseguiu a façanha de ganhar o prêmio máximo em dois sorteios das loterias Caixa – a mais recente com uma aposta em um bolão em Imperatriz (MA) pela Lotofácil de Independência.

O sorteio do concurso especial 2.320 da Lotofácil ocorreu no último dia  (11) à noite, em São Paulo, e estava acumulado em R$ 159,1 milhões, o maior da história. Ao todo, foram 57 apostas vencedoras em todo o país que vão receber R$ 2.791.889,55. Mas além desse sorteio, o cantor já havia ganhado na Quina de São João, em junho, em outro bolão.

Ao todo, somando as duas premiações nos bolões, Edésio diz que ganhou uma fortuna de cerca de R$ 1,8 milhão com as participações nos sorteios.

É sorte e Deus. Tudo isso é a fé. E eu também to muito feliz porque não só eu ganho. Deu pra distribuir para bastante pessoas, ainda mais em uma pandemia dessas”, disse o cantor, ao UOL. Apesar disso, ele chegou a sofrer um assalto após a primeira vitória (leia mais abaixo).

Estratégia: apostar no bolão

A tática para ganhar nas loterias, segundo o sortudo, é não desejar as grandes quantias que poderia receber em uma aposta única, já que as chances de acertar são bem menores. O melhor, defende ele, é sempre recorrer aos bolões.

O maior segredo é jogar bolão e estar sempre jogando. Eu jogo todo dia. Hoje mesmo vou jogar”, conta Edésio, mostrando que a tática exige algum investimento financeiro.

Com parte do dinheiro recebido na Quina de São João, Edésio diz que realizou o sonho de comprar a própria casa, um bom carro, e ajudar familiares. Mas desta vez, o foco do novo prêmio será impulsionar sua carreira como o ‘Milionário do brega’ – slogan que criou após ganhar na Quina de São João.

Gravei um CD agora, tô fazendo a capa, vou colocar no YouTube e investir na minha carreira. Quero chegar no programa do Ratinho e outros programas. Talvez até a Globo”, sonha ele.

‘Ostentação’ nas redes sociais e assalto

Da primeira vez, na Quina de São João, Edésio fez questão de anunciar que ficou milionário e até postou nas redes sociais a ida até a lotérica para buscar o prêmio. A atitude trouxe fama e seguidores ao cantor, mas também insegurança e muitos pedintes.

Deixem a gente em paz. Aqui não tem Papai Noel. Quando nós não tínhamos, ninguém nos dava. Quem dava eram pessoas conferidas nos dedos. Agora você vai nos lugares e as pessoas ‘Ei Edésio, me dá R$ 100, me dá R$ 20…’ As pessoas já chegam pedindo e nem perguntam como é que você tá’, afirmou Manuzita Diniz, esposa de Edésio, nas redes sociais.

No mesmo mês, o cantor foi alvo de um assalto na casa onde ele mora, com o filho e a esposa. Cerca de R$ 50 mil em bens foram levados e a polícia confirmou que o caso tem relação a ostentação que o cantor fez de seu dinheiro nas redes sociais. Edésio, por outro lado, diz não se preocupar com isso.

A questão é que não tenho problema em mostrar que estou feliz. Eu estou feliz. Eu compro uma pulseira de ouro pra guardar em casa? Eu vou usar porque é pra isso que comprei”, disse o cantor, pouco tempo depois do assalto. UOL

PROGRAMA “MARANHÃO QUILOMBOLA” E DR. JÚNIOR ENTREGAM CAMPO AGRÍCOLA EM PERITORÓ

O prefeito de Peritoró Dr. Júnior e o secretário de Estado da Igualdade Racial, Gerson Pinheiro, entregaram cinco hectares de culturas irrigadas para comunidades da zona rural através do Programa Maranhão Quilombola. O campo agrícola irá contemplar as comunidades quilombolas de Lago Grande, Santa Maria e Sossego.
Na oportunidade também estavam presentes o secretário municipal de agricultura, Sandro Montenegro, secretário municipal de Igualdade Racial, Neto Barros, o coordenador do programa Maranhão Quilombola (PMQ), Mauro Marques, secretários de governo, vereadores e agricultores locais.
De acordo com o secretário municipal de agricultura, Sandro Montenegro, o programa será fundamental para o desenvolvimento da agricultura e inclusão social dentro das comunidades quilombolas de Peritoró. “É um programa essencial para o desenvolvimento da agricultura familiar dentro das comunidades quilombolas. E é com muita satisfação que estamos vendo o projeto se tornando realidade em Peritoró. Um resultado fruto do empenho do prefeito Dr. Júnior e o Governo do Maranhão”.
“Programa Maranhão Quilombola é mais uma grande parceria entre a Prefeitura de Peritoró e o Governo do Maranhão. E hoje, com a presença do secretário de Igualdade Racial Gerson Pinheiro, estamos entregando para comunidades quilombolas de nosso município cinco hectares de culturas irrigadas, o que será fundamental para fortalecimento da produção comunitária e da agricultura familiar. Agradeço ao secretário, ao governador Flávio Dino e a toda a equipe que tornou esse sonho possível. Parabéns a todos”, agradeceu o prefeito Dr. Júnior.

CELERIDADE: TERCEIRA VARA CRIMINAL DE CAXIAS FUNCIONA 100% DIGITAL

A 3ª Vara Criminal de Caxias concluiu a digitalização de todos os processos de papel, iniciada em fevereiro deste ano, e já está funcionando como “Juízo 100% Digital”, com todos os 1.920 processos ativos em tramitação virtual, podendo ser acessados e movimentados eletronicamente e a distância, pelas partes e seus representantes legais.

Em seis meses, foram virtualizados os últimos 840 processos físicos, que foram cadastrados no Sistema Processo Judicial Eletrônico (PJE). Atualmente, 1.173 processos tramitam no PJE naquela unidade.

O volume processual no PJE engloba 674 ações penais; 101 inquéritos policiais; 351 Medidas Protetivas de Urgência (MPU); 14 Autos de Prisão em Flagrante; 12 cartas precatórias; 12 Pedidos de Produção Antecipada de Provas Criminais; 2 Incidentes de Insanidade Mental; 2 Representações por Prisão Preventiva; 2 Cautelares Inominadas Criminais; 1 pedido de Liberdade Provisória; 1 Pedido de Quebra de Sigilo Telefônico e 1 petição criminal.

Também estão cadastrados mais 747 processos de execuções penais no Sistema Eletrônico de Execução Unificado – SEEU. Estes já tramitavam no meio digital, antes da virtualização completa da vara.

Segundo avaliação da juíza, a virtualização total dos processos impactou em maior fluidez no acesso aos processos aos órgãos do sistema de Justiça (Ministério Público, Defensoria Pública e advocacia e reduziu o tempo gasto em remessas e juntadas de documentos nos autos e eliminou algumas etapas manuais dos serviços – especialmente juntadas e remessas.

“Por ser uma vara criminal, há uma dependência de intimações para réus e vítimas que continuam sendo realizadas. Em alguns casos, com a concordância dos intimados, fazemos também intimações via aplicativo de mensagens (whatsapp)”, explicou a juíza.

Atualmente, a 3ª Vara Criminal funciona em regime misto, implantado desde o ano passado, com servidores trabalhando de forma presencial e remota.

Além dos benefícios proporcionados pelo uso do PJE, a unidade utiliza ferramentas tecnológicas gratuitas como assistentes virtuais (Trello) para acompanhar cumprimentos de urgência pelas equipes, agenda virtual (Google Agenda) como uma forma de compartilhar, em tempo real, as audiências e compromissos da unidade. Além de manter alimentados e atualizados todos os registros nos sistemas do Poder Judiciário.

A unidade também disponibiliza o aplicativo de mensagens telegrama no contato com o público; atendimento pelo “balcão virtual” e audiências por sistema de videoconferência para encaminhamento das demandas da população.

Desde o ano passado, com a flexibilização das medidas sanitárias, a vara retomou, integralmente, os serviços por atendimentos virtual e presencial, com as audiências realizadas por videoconferência e preparação dos processos para virtualização.