PÂNICO EM COLINAS: BANDIDOS EXPLODEM AGÊNCIA BANCÁRIA E UMA MULHER MORRE DURANTE TROCA DE TIROS

img-20160215-wa0028

Banco destruído em ColinasMA

Cerca de 10 homens fortemente armados e a bordo de três veículos roubaram uma agência do Banco do Brasil, por volta das 21h desta segunda-feira (15), na cidade de Colinas, a 438 quilômetros de São Luís. Os suspeitos se distribuíram pela cidade fizeram reféns, trocaram tiros com a Polícia Militar e atiraram pelas ruas. Uma pessoa morreu.

Ao G1, o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, confirmou que uma mulher morreu ao ser baleada durante a ação dos bandidos. No entanto, não soube dizer se a vítima seria uma das reféns ou uma pessoa que transitava pelo local no momento da troca de tiros.
Na manhã desta terça-feira (16), o delegado de Colinas, Paulo Franco, informou que a vítima, de identidade ainda não revelada, foi morta no momento em que tentou fugir da ação dos criminosos. “Nós temos a informação de que assim que eles chegaram ao local ela tentou correr e em razão disso ela foi atingida propositalmente, de forma covarde, e infelizmente foi vitimada nessa situação”, disse.
Como os bandidos utitilizaram os reféns de ‘escudo humano’, policiais militares e civis não revidaram tiros disparados pelos criminosos. A polícia ainda está à procura dos suspeitos. “Nós acreditamos que de 10 a 15 homens, fortemente armados, inclusive com fuzis”, afirmou o delegado.
Este foi o 16º ataque a agências bancárias registrado no Maranhão em 2016. O valor roubado não foi revelado. Os criminosos fugiram em um carro roubado em direção a cidade de Mirador. Os reféns foram liberados na saída da cidade.
Com esta ação, chega a 14 o número de cidades que foram alvo de ladrões de banco em 2016. Em 2015, foram registrados 60 arrombamentos em 52 municípios.
A polícia está em busca dos assaltantes e mobilizou todas as bases ao em torno da cidade para colaborarem na busca dos criminosos envolvidos no roubo a agência bancária.

Fonte: Sinal Verde Via G1

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *