PAULO MARINHO QUER EMPLACAR O FILHO EM UMA POSSÍVEL UNIÃO COM FÁBIO GENTIL EM CAXIAS PARA DERROTAR LÉO COUTNHO

10610581_792058574170903_8272710802479024819_n

Paulo Marinho

O ex-deputado federal Paulo Marinho, da cidade de Caxias, é um dos homens mais desacreditados na política caxiense. Isso é fato. Além disso, é também uma figura que não tem mais a credibilidade dos caxienses. Pelo visto, nem mesmo a família Sarney acredita mais em Paulo Marinho. E sendo assim, a situação de Marinho fica complicada para um dia voltar a tomar conta das rédeas da prefeitura da princesa do sertão. A única forma de Paulo Marinho chegar a comandar o município seria colocar alguém dele para se aliar a um outro líder, para formar um grande grupo no sentido de poder voltar ao poder em Caxias.

HOMEM DE 25 MIL VOTOS, POREM SUJO COM A JUSTIÇA.

É fato que o ex-deputado federal Paulo Marinho é um homem de 25 mil votos na cidade de Caxias. Isso é algo que pode valorizar o passe de Paulo Marinho para outro grupo político, já que nem ele e nem mesmo a esposa Márcia Marinho podem ser candidatos a nada, por conta de estarem sujos com a justiça. Ou seja, os dois estão inelegíveis.

QUERENDO SE UNIR A FÁBIO GENTIL.

images

Fábio Gentil

Está uma especulação danada na cidade de Caxias, a respeito do ex-deputado Paulo Marinho querer emplacar o filho Paulo Marinho Júnior, para formar uma possível pasta com o atual vereador Fábio Gentil, que foi candidato a deputado estadual nas eleições de 2014 e teve uma votação expressiva.
Paulo Marinho acredita que a união do grupo Marinho com o vereador Fábio Gentil seria a única forma de derrotar o atual prefeito Léo Coutinho. Fábio Gentil estaria escabreado com Paulo Marinho, por conta de não cumprir aquilo que promete. E esse seria um dos motivos de Gentil mostrar medo em receber o apoio de Paulo Marinho.

Um comentário em: “PAULO MARINHO QUER EMPLACAR O FILHO EM UMA POSSÍVEL UNIÃO COM FÁBIO GENTIL EM CAXIAS PARA DERROTAR LÉO COUTNHO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *