PC do B INTENSIFICA CAMPANHA DE DILMA COM BERZOINNI E INÁCIO ARRUDA EM SÃO LUIS

Café da Manhã Pró-Dilma

Reunião de trabalho

Ampliar a vantagem conquistada no primeiro turno pela presidente e candidata à reeleição foi o motivo da reunião que agregou militantes, dirigentes partidários e lideranças políticas que atuam na campanha pró-Dilma no Estado.

O senador Inácio Arruda relatou que a prioridade é conquistar votos para dar continuidade ao projeto de desenvolvimento econômico e social que está em curso. “O nosso trabalho todo é de buscar unificar o máximo de forças que estavam em disputa no primeiro turno e de colocar essa base política no palanque do PT no Maranhão. Queremos deixar muito claro que o nosso esforço é para dizer que o 65 é 13”.

Ativar a militância e aumentar a vantagem da candidatura petista no Estado também foram pautas reforçadas pelo deputado Ricardo Berzoini. Ele acredita que no segundo turno o Maranhão dará uma votação ainda mais expressiva para a candidatura de Dilma Rousseff. “Existe uma mobilização de vários setores da população que percebe que não podemos colocar em risco aquilo que permitiu ao Maranhão reduzir a desigualdade, a pobreza e aumentar a atividade econômica. E não podemos esquecer que o PCdoB à frente da campanha de Dilma é também o Flávio Dino à frente dela”.

Estiveram no café da manhã os deputados federais eleitos Rubens Júnior (PCdoB) e Zé Carlos da Caixa (PT), o secretário de Educação de São Luís, Geraldo Castro (PCdoB), o presidente do PCdoB, Márcio Jerry e Márcio Jardim da “Resistência Petista”.

 Continuar as mudanças

Defendendo que o país dê continuidade ao projeto político liderado pelo Partido dos Trabalhadores (PT), militantes que compuseram a Coligação Todos pelo Maranhão, que elegeu Flávio Dino governador do Maranhão.

A ideia é intensificar a campanha petista no Estado. “O PCdoB apenas reitera no segundo turno aquilo que já fez no primeiro turno, que é apoiar a reeleição da presidenta Dilma”, disse Márcio Jerry, presidente do PCdoB no Maranhão, ao reafirmar a aliança histórica da legenda com o PT. Na sua avaliação, a sigla não poderia deixar de apoiar o projeto político que trouxe avanços econômicos e sociais ao país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *