POLÍCIA DE CODÓ PRENDE FAMÍLIA COM VÁRIOS DOCUMENTOS, ARMA DE FOGO E CARTÕES PARA SAQUES EM TERMINAIS ELETRÔNICOS

IMG-20160512-WA0181

Na cadeia

Policiais Militares do 17º  BPM em Codó, conduziram para a delegacia de Codó: Manoel de Brito Pacheco -38 anos, Ednalda (esposa de Manoel), Raimundo Berchal de Sousa Filho-23 anos, George Ferreira da Cunha-86 anos e Antônia Pereira da Silva depois que um veículo ECOESPORT PRETO, passou na barreira policial do Distrito Km 17, onde os policiais que lá estavam de serviço, pediram apoio à equipe de Policiamento das Motos para que fosse feito um cerco ao veículo que estava indo no sentido a Codó.

Imediatamente os policiais se deslocaram para a MA 026, onde conseguiram interceptar o veículo suspeito, momento este em que Manoel tentou esconder algo no interior do veículo. Após a busca pessoal minuciosa  em todos os presentes e no interior do veículo, foram encontrados uma quantia em dinheiro de R$ 3.171,90 (três mil cento e um reais e noventa centavos), além de vários cartões e documentos. Ainda na ocorrência, os policiais encontraram na residência de Manoel, uma mochila contendo vários outros cartões e documentos pessoais diversos, além de um revolver calibre 32 com seis projéteis, sendo três deles deflagrados. Os conduzidos foram encaminhados para averiguação por estar, no veículo ou na residência de Manoel todos estarão à disposição da Polícia Judiciária.

IMG-20160512-WA0184

Família

IMG-20160512-WA0180

Na cadeia

cartão-2

Objetos

Fonte: Blog do Bezerra

2 comentários em: “POLÍCIA DE CODÓ PRENDE FAMÍLIA COM VÁRIOS DOCUMENTOS, ARMA DE FOGO E CARTÕES PARA SAQUES EM TERMINAIS ELETRÔNICOS

  1. Trabalho, ganho razoavelmente bem, frente à maioria das pessoas, e o que recebo só dá para pagar minhas dívidas. Tenho um carro popular e uma casa financiados em longos anos. No fim do dinheiro, sobra mês. Já vi esse cidadão aí ostentando, com bebidas caras, casas boas e carros de luxo, e não entendia de onde se tirava tanto dinheiro, pois não o via trabalhar. Taí a resposta que muitas vezes me fiz. Prefiro receber pouco e viver do meu suor do que propiciar uma vergonha dessa dimensão para meus país e familiares. Esse tipo de gente prefere a facilidade do crime à dignidade do trabalho. E como eles há centenas em Codó e a polícia sabe disso. Se operações como essa forem feitas em alguns outros bairros de Codó, principalmente no Novo Milênio e Dallas, a máscara de muita gente vai cair…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *