POLÍCIA MILITAR DE CODÓ, TIMBIRAS E COROATÁ TEM SENTIDO O PESO DAS MÃOS MALDOSAS DO GOVERNADOR FLÁVIO DINO

S

Flávio Dino em discurso para militares

O governador Flávio Dino veio para mudar o Maranhão. E de fato está mudando, mas mudando para pior, e os companheiros da polícia sabem perfeitamente do que estou me referindo. As cidades de Codó, Timbiras e Coroatá tem sofrido nas mãos pesadas e maldosas do “governo da mudança”. Os policiais estão encontrando dificuldade para ir as ruas defender a sociedade, por falta de condições de trabalho.

EM CODÓ TEM SEIS VIATURAS E TRÊS ESTÃO QUEBRADAS.

Em Codó, o comandante Hudson Carneiro tem se desdobrado para poder atender os reclames da sociedade. A falta de condições de trabalho é algo que tem deixado o comandante de mãos atadas. No município existem seis viaturas para fazer as rondas, em uma cidade com 130 mil habitantes, mas três dessas viaturas estão paradas por falta de peças, pneus e outros itens que as deixam impossibilitadas de saírem do pátio do 17° batalhão da PM na cidade de Codó. Portanto, o comandante e seus comandados têm feito das “tripas coração” para não deixar de atender a sociedade. Mesmo com a inércia do Governo do Estado, o que tem auxiliado muito a corporação é ajuda que tem sido dada por meio da prefeitura de Codó.

EM TIMBIRAS TEM UMA VIATURA E TRÊS POLICIAIS DE SERVIÇO POR DIA

Em Timbiras também não é diferente. Por lá tem apenas uma viatura e três policiais de serviço, por dia, para atender uma cidade com cerca de 30 mil habitantes. E o pior de tudo é o que o município não tem ajudado em nada a polícia da cidade, diferente de outros municípios em que a PM recebe uma pequena ajuda da prefeitura. Além de ser apenas uma viatura e três policiais, tem dias que falta até gasolina para os policiais saírem às ruas para fazer as diligências.

EM COROATÁ TEM TRÊS VIATURAS E APENAS UMA FUNCIONANDO DE FORMA PRECÁRIA.

Em Coroatá o capitão Ricardo Carvalho também já está sem saber o que fazer. Por lá tem três viaturas da PM, mas apenas uma está apta a fazer ocorrências. As outras estão quebradas. As duas motos que também servem como viaturas estão com os pneus “carecas” e a qualquer momento também podem parar de rodar. Ou seja, a situação na cidade de Coroatá também é gritante e o governo do Estado parece que não quer ver situação precária por qual passa a segurança pública nos quatros cantos do estado. Lamentável esse governo que diz ser o governo da mudança.

2 comentários em: “POLÍCIA MILITAR DE CODÓ, TIMBIRAS E COROATÁ TEM SENTIDO O PESO DAS MÃOS MALDOSAS DO GOVERNADOR FLÁVIO DINO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *