POLÍCIA PRENDE TRIO SUSPEITO DE MATAR TEN. RAMOS EM SÃO LUIS

trioooo

Acusados

Foi intensa a movimentação de policiais e equipes da imprensa local no Plantal de Polícia Civil do Cohatrac durante toda a manhã deste domingo (18) por conta da prisão de dois homens e uma mulher, apontados como principais suspeitos de assassinar o tenente da Polícia Militar, Gilvan Ramos de Araújo.
Identificados como: Denis Miranda da Silva, Dailtonson Silva Peres e Rafaela Nunes dos Santos, foram presos pouco depois do crime na Rua 2 no São Francisco nas imediações do retorno.
Eles estavam no veículo corsa classic de cor prata que segundo denúncias anônimas era o mesmo utilizado pelos criminosos que atiraram no PM. Também foi encontrado de posse do trio um revólver calibre 38 mm com numeração raspada e três munições, sendo uma deflagrada, ao que tudo indica: a mesma arma utilizada no crime. O trio foi conduzido juntamente com o veículo e a arma para o Plantão do Cohatrac.
Denis, Dailtonson e Rafaela foram reconhecidos por testemunhas que afirmam que os mesmos cometiam assaltos na região e teriam dito, durante outra ação criminosa, que um deles teria assassinado uma pessoa no Maranhão Novo.
Ainda segundo informes de terceiros, Rafaela teria dito aos comparsas durante a discussão no estacionamento, que Gilvan era policial e que por isso teriam atirado no tenente.
Os três suspeitos continuam presos e aguardam as providências legais por parte da policia judiciária do Maranhão.
Entenda o caso
O Tenente Ramos, como era conhecido na corporação, servia a 8ª Companhia Independente de Itapecuru, estava em São Luís neste fim de semana e aproveitou para ir ao show da dupla Henrique e Juliano e da banda Aviões do Forró no Espaço Reserva do Shopping da Ilha.
O carro dele estava estacionado na praça localizada em frente ao Shopping ao lado do lanche Bondiboca, no bairro Maranhão Novo. Ao tentar sair de lá, o veículo do PM estava sendo bloqueado por um Corsa Classic prata de placa não revelada com dois homens e uma mulher. Houve uma discussão entre um deles e o policial acabou sendo baleado.
Ramos chegou a ser socorrido por policiais da Rotam e levado para o Hospital Djalma Marques, o Socorrão I, mas não resistiu e foi a óbito.
O corpo do tenente está sendo velado na Academia da Polícia Militar, em frente ao Hospital Carlos Macieira. As informações sobre o sepultamento ainda não foram divulgadas.

Fonte:Blog do do Minard

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *