PRECARIEDADE NO SAMU DE CAXIAS É TEMA DE SESSÃO NA CÂMARA DE VEREADORES DA CIDADE

A situação em que se encontra as ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Caxias foi tema de discussão da sessão de ontem, na Câmara Municipal. A questão foi abordada devido a vereadora Thais Coutinho (PSB), ter questionado a falta de operacionalidade do telefone 192, que passou alguns dias sem funcionar, conforme foi noticiado em blogs e sites na semana passada pela Secretaria Municipal de Saúde.

No entanto, o que guiou a discussão foi os problemas mecânicos das viaturas. O assunto foi abordado pelo vereador Neto do Sindicato, que pasmem, quis responsabilizar o sucateamento da frota na atual gestão a administração anterior. Segundo o edil governista falou no pequeno expediente, os motores das ambulâncias novas entregues pelo ex-prefeito Léo Coutinho em janeiro do ano passado não passaram por minuciosa revisão antes de começarem a circular.

O líder do governo, Sargento Moisés, teve um posicionamento diferente dos vereadores Darlan e Repórter Puliça, que disseram no pequeno expediente desconhecer o problema ocorrido com o telefone 192. O edil militar enfatizou na sua fala que a sobrecarga e o congestionamento na linha pode ter causado o problema que deixou sem funcionamento por alguns dias o telefone 192 do SAMU.

Sargento Moisés falou nos problemas mecânicos das viaturas, elencou números de ambulâncias que estão atendendo e também aquelas que não estão atendendo.

Fonte: Irmão Inaldo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *