PREFEITO DE AFONSO CUNHA RESPONDE AO BLOG SOBRE DENÚNCIA DE EMPRESÁRIA CODOENSE

images

José Leane prefeito de Afonso Cunha

Nota de Esclarecimento

Prezado blogueiro,

Em atenção a seus leitores e diante da matéria veiculada por esse veículo de comunicação publicada nesta segunda (03), com o título Prefeito de Afonso Cunha dá golpe em empresária codoense, venho expor o que abaixo segue:

1. Primeiro é bom pontuar que uma acusação dessa natureza quando parte do anonimato coloca em xeque sua credibilidade;
2. Também é bom frisar que a Prefeitura de Afonso Cunha está há mais ou menos um ano sem Secretário de Cultura, portanto não procede a informação de que enviei o titular da pasta para fazer compras com a suposta empresária;
3. Esclareço que desde 2009 quando assumi a Prefeitura nunca designei funcionários para fazer compras de Carnaval e São João sem que eu não acompanhasse. Também reitero que nesses 06 anos toda a compra de material desse gênero é feita em Teresina-PI e São Luís-MA, portanto sem chance dessa compra haver sido feita em Codó.
4. Fica a denunciante desafiada a mostrar as documentações que embasam a denúncia, sob pena de responder judicialmente sobre as acusações levantadas.
Sem mais para o momento, reitero votos de estima e apreço.

José Leane de Pinho Borges
Prefeito de Afonso Cunha

Um comentário em: “PREFEITO DE AFONSO CUNHA RESPONDE AO BLOG SOBRE DENÚNCIA DE EMPRESÁRIA CODOENSE

  1. Deu no D.O

    Publicado em 03/08/2015 às 06:00 por Raimundo Garrone.

    Quadradinho de oito – Em Codó a Prefeitura firmou oito contratos com duas empresas para prestação de serviços de manutenção de ar condicionado e centrais de ar e fornecimento de peças para as secretarias do município. O negócio todo saiu por R$ 2.760.150,80 (dois milhões, setecentos e sessenta mil, cento e cinquenta reais e oitenta centavos). Todos os documentos foram assinados no dia 5 de fevereiro de 2015 e valem até 31 de dezembro de 2015.

    Quadradinho de oito em miúdos – Ainda sobre os contratos de Codó: a R. S. Santos & Abreu ficou com quatro, no valor total de R$ 1.259.871,80 (um milhão, duzentos e cinquenta e nove mil, oitocentos e setenta e um reais e oitenta centavos) e a E. R. de Sousa Soares, com outros quatro contratos no valor total de R$ 1.500,279,00 (um milhão, quinhentos mil, duzentos e setenta e nove reais). A previsão é de tempo bom e geladinho em todas as repartições públicas de Codó!

    ASSIM É FÁCIL DESMONTAR MORROS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *