PREFEITO DE ESPERANTINÓPOLIS É ALVO DE MAIS UMA AÇÃO DO VEREADOR LULA, DESTA VEZ POR LICITAÇÃO FRAUDULENTA

O prefeito Aluisinho do Posto é, novamente, alvo de uma Ação Popular pleiteada pelo aguerrido vereador Lula, tendo como advogado Dr. Zé Teodoro, visando a reparação de danos causados ao erário, decorrentes de fraude em licitação e desvios de recursos públicos da atual gestão, principalmente em respeito à licitação para manutenção dos 23 poços artesianos da rede municipal.

Após uma auditoria feita na prestação de contas da Secretaria Municipal de Saúde referente ao ano de 2017, constatou-se que foram desviados mais de 700 mil reais através de licitação fraudulenta, onde a empresa vencedora do certame é especializada em, pasmem, manutenção de ar condicionado, ou seja, sem nenhum expertise  em manutenção de poços artesianos, a qual tem como sócio-proprietário o senhor Wilton da Carmelita. É uma empresa de fachada usada pelo prefeito, sem nenhum funcionário, que foi contratada para prestar o serviço de manutenção de poços. Mas a verdade é que os próprios funcionários pagos pela Prefeitura de Esperantinópolis, senhores Carlinhos da Cemar e João Gerônimo até hoje fazem o serviço de manutenção da rede de poços, onde os mesmos constam na folha de pagamento da prefeitura, conforme documentação anexada ao processo. Ou seja, a prefeitura licitou e pagou para a empresa do senhor Wilton prestar por um serviço que na verdade até hoje é prestado por funcionários pagos pela prefeitura, quando na verdade o serviço deveria está sendo prestado pela empresa do senhor Wilton da Carmelita, e os mais de 700 mil reais foram integralmente desviados.

A nítida fraude gerou a abertura de Inquérito Civil Público pelo Ministério Público de Esperantinópolis para apurar essa prática criminosa cometida contra o município e contra o povo de Esperantinópolis, já que os recursos foram destinados para a empresa FERREIRA & FÉLIX LTDA – ME (STALLU ́S), de propriedade do senhor Wilton, que foi enganado pelo prefeito Aluisinho, pois desconhecia que estava sendo usado como laranja para prestar serviços para os quais sua empresa não tem expertise, prova disso é que nunca se teve notícias no município de Esperantinópolis que o senhor Wilton da Carmelita tenha prestado serviço de manutenção de poço artesiano. Dos 23 poços artesianos que compõem a rede, dois deles foram inutilizados por esses dois funcionários pagos pelo município para prestar o serviço de manutenção dos poços, no caso os poços dos povoados Serraria e Pé da Serra do Angelina, mesmo sem ter competência e conhecimento técnico para tanto. A empresa FERREIRA & FÉLIX LTDA – ME (STALLU ́S) que venceu a licitação nunca prestou serviço para qual foi paga.

O vereador Lula, como representante do povo para  fiscalizar as obras e serviços públicos municipais, propôs essa Ação Popular Por Ato de Improbidade contra o prefeito Aluisinho, para que o município seja ressarcido do valor criminosamente desviado.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *