PREFEITO DE TIMBIRAS FABRIZIO DO FOTO TIRA UMA CASQUINHA COM EDINHO LOBÃO

DSC00007

Fabrizio, Cleber Verde e Edinho

O prefeito de Timbiras, Fabrizio do Foto, foi a São Luis na última quarta-feira acompanhar a chegada do pré-candidato ao governo do maranhão a capital maranhense. Na foto acima é possível ver Fabrizio ao lado de Edinho. Dizem alguns blogueiros da capital maranhense, que no evento estavam mais de 150 prefeitos do estado. Lobão Filho foi recebido como um astro de Hollywood, e nesse meio estavam muitos prefeitos do Maranhão que foram prestigiar e dar apoio moral ao grupo do pré- candidato Edson Lobão Filho. Fabrizio por sua vez não perdeu a oportunidade de se aproximar de Edinho Lobão, um dos homens mais poderosos do Brasil.

4 comentários em: “PREFEITO DE TIMBIRAS FABRIZIO DO FOTO TIRA UMA CASQUINHA COM EDINHO LOBÃO

  1. Histórias da Família Lobão – Episódio 2 : O alcaguete
    Publicado em 25 de abril de 2014 por ligiateixeira
    Data: Senador Edison Lobão Local: Plenário do Senado Envelope: Fotograma:

    Lobão agiu como serviçal dos militares e foi muito bem recompensado

    Nos anos 70, auge da ditadura militar no Brasil, Edson Lobão era jornalista dos decadentes Zero Hora e Correio Braziliense. Dedicava-se a escrever notas políticas e outros acontecimentos da capital federal. Obediente aos chefes de redação, Lobão sempre era chamado para fazer as matérias que interessavam aos aliados políticos dos meios de comunicação para o quais trabalhava. Seguindo essa fórmula chegou a chefiar a sucursal da Rede Globo em Brasília.

    Um belo dia, o jornalista passou a gozar da simpatia dos militares. Nomeado repentinamente para o quadro da empresa de telecomunicações de Brasília, Lobão não parou mais. Se aproximou do conterrâneo José Sarney e em 1978 , com apoio do presidente Ernesto Geisel, elegeu-se deputado federal pela ARENA, o partido que abrigava os apoiadores da ditadura.

    Durante a construção da minha monografia de conclusão do curso de História na Universidade Federal do Maranhão, tentei descobrir como o então jornalista Edison Lobão conseguiu migrar tão rapidamente da condição de repórter de jornais falidos para o exercício de mandato de deputado federal. Em conversa com o saudoso jornalista e professor Coelho Neto, fiz a pergunta, para qual obtive a seguinte resposta:

    “O Edson Lobão era um alcaguete dos militares. Entregava todos os colegas de redação que simpatizavam com a esquerda adversária do regime, uma hora foi recompensado pelos serviços prestados.”

    A história me foi confirmada por outras fontes, já que o assunto não era lá novidade nas redações de Brasília.

    Episódio de amanhã: Paulinha Lobão em “cuidado com minha Mercedes-Benz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *