Prefeitos ameaçam fechar hospitais e comem o “pão que o diabo amassou” nas mãos de Brandão

Prefeitos de diversas cidades do Maranhão ameaçam “entregar” e fechar hospitais de 20 leitos construídos durante os governos de Roseana Sarney e Flávio Dino. A queixa e crônica e generalizada, levando os gestores a se reunirem na Federação dos Municípios do Estado do Maranhão hoje terça-feira (17), em busca de uma forma de financiar as unidades, consideradas “ELEFANTES BRANCOS” remanescentes do antigo programa “saúde é vida”.

Gestores de municípios como Apicum Acú, São Pedro dos Crentes, Joselândia, Matinha, Tufilândia, Afonso Cunha, Sucupira do Riachão, Bom Jesus das Selvas, Nina Rodrigues e Pirapemas alegam que destinam entre R$ 200 e R$ 500 por mês de recursos próprios para manter os hospitais abertos, sem qualquer contrapartida do governo do Maranhão. Eles solicitam à bancada de deputados e senadores o encaminhamento de emendas visando o financiamento das unidades em 2024, ano de renovação de mandatos.

O coordenador da bancada federal no Congresso Nacional, deputado Márcio Jerry, ouviu as queixas e se comprometeu a levar as demandas a Brasília.

Fonte: Marrapá

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *