PRESIDENTE DA CÂMARA DE BOM JARDIM PODE ESTÁ ENVOLVIDO ATÉ O PESCOÇO EM DESVIOS….

c

Arão, presidente da Câmara de Bom Jardim

Investigações apontam um possível caso de corrupção na gestão da ex-prefeita Lidiane Leite – ‘Prefeita ostentação’ – que poderá envolver diretamente o irmão do presidente da Câmara de Vereadores, o Sr. Arão no possível desvio de recursos federais do PDDE ÁGUA NA ESCOLA.
O objetivo do programa PDDE ÁGUA NA ESCOLA é promover ações voltadas para a melhoria da qualidade do ensino das escolas públicas das redes municipais garantindo o abastecimento contínuo de água adequada às crianças. Ações que nunca aconteceram.
As crianças foram usurpadas de sua dignidade. A baixa qualidade da Educação Pública Municipal se deve ao fato dos recursos dos programas da União (PDDE) não foram aplicados com responsabilidade. O prejuízo é irreparável aos alunos que poderão nunca mais ter a oportunidade de alcançar os objetivos do qual o programa se destinava.
O Sr. Moisés juntamente com o irmão Arão são possivelmente os articuladores e mentores de todo o processo de fraude das compras e dos serviços. Inclusive há cheques nominais em nome de Moisés, irmão do presidente da Câmara, que podem comprovar a participação no caso fraudulento. Cheques estes que deveriam ser nominais a empresa onde seria supostamente adquirido os materiais.
Assim revelam um possível caso de corrupção onde envolvia diretamente a ex prefeita, Lidiane, seu ex-namorado Beto Rocha, o presidente da Câmara, Arão, que poderia está coagiando aos diretores e direcionando as compras e controlavam através de cheques assinados previamente pelos diretores. Com todos os possíveis desvios de recursos do programa não foi efetivado e o que deveria colaborar com a Educação de Bom Jardim só beneficiou os envolvidos.

cheque

Cheque

Fonte: Blog do Minard

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.