PRESIDENTE DA OAB DENUNCIA DIRECIONAMENTO EM LICITAÇÕES NO INTERIOR MARANHENSE

Thiago-Diaz-2-e1487833791140

Thiago Diaz

Após receber diversos ataques por querer participar de licitações no interior do estado (o que é legítimo a qualquer cidadão), o presidente da OAB, Thiago Diaz, resolveu se manifestar.

Em texto postado nas redes sociais o presidente Diaz defende que todos tenham direito de participar com igualdade de condições das licitações públicas, e que qualquer cidadão é legítimo para solicitar editais e participar dos certames, afirmando que “é da essência do processo licitatório a participação de todos os interessados, sob pena de subverter-se a lógica moral e jurídica”.

O que Diaz defende, e deveria ser óbvio para a sociedade, é que as licitações observem os princípios da publicidade, impessoalidade e moralidade. Entretanto, este não costuma ser o caminho trilhado no Maranhão, onde Diaz vem sendo criticado pelo simples fato de querer, o que é legítimo a todos, participar de certames licitatórios.

Ao que se constata o crime praticado pelo presidente da OAB, que vem sendo perseguido de diversas maneiras, é ousar tentar quebrar o monopólio de um minúsculo grupo de advogados que, há anos, faz conluio para ganhar licitações no interior do Estado.

Vivemos tempos em que os malfeitores sentem-se ofendidos quando alguém defende a legalidade, a moralidade e a igualdade, preceitos que parecem cada vez mais em desuso em nosso estado.

E a caixa de pandora foi aberta, pois Diaz postou nas redes sociais uma enorme lista de licitações que irão ocorrer para a área jurídica nos próximos meses, o que, com certeza irá incomodar alguns, mas sem dúvida beneficia todos os advogados do estado, dando a estes a possibilidade de participarem das licitações de seus interesses.

O jovem Thiago Diaz está fazendo história com o trabalho que vem desenvolvendo e com sua coragem de passar a limpo questões há muito escondidas embaixo dos tapetes, como faz agora ao defender o direito de todos os advogados de participarem de licitações.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *