PRESO SUSPEITO DE ESPANCAR PROFESSOR DE COROATÁ

texture-wallpaper-blue-textures

Acusado

A polícia de Teresina cumpriu o mandato de prisão temporária expedido pela Juíza Andrea Parente, que aponta Romário Jânio da Silva, de 21 anos, como o principal suspeito de ter espancado o professor Carlos Machado no início do mês de fevereiro, durante o carnaval da cidade de Altos.

O professor, que trabalha em Coroatá, foi encontrado inconsciente e com graves ferimentos na região da cabeça. Ele ainda encontra-se hospitalizado na UTI do HUT, em Teresina, mas já apresenta excelente melhora.

Romário negou qualquer envolvimento com o crime, porém, seu depoimento apresentou contradições, segundo informou o Delegado Francisco Rodrigues.

“Ouvimos atentamente o Romário e ele não assumiu a autoria do crime. De qualquer forma, já temos muitos elementos que relacionam este rapaz com o ocorrido. Para tanto, vamos solicitar um mandado de prisão preventiva”, destacou Rodrigues.

Fonte: Coroatá Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *