PRISÃO DE ESTELIONATÁRIOS DE BACABAL DEIXA ALGUNS CODOENSES DE ORELHA EM PÉ

12079547_521247758034188_6420934498462773036_n-300x149

Presos de Bacabal

Na manhã de ontem, terça-feira (29), a Polícia Militar prendeu em Peritoró em uma barreira policial três pessoas em flagrante que estavam praticando estelionato na cidade de Coroatá. Os três foram presos após terem sacado nove mil reais na agência do Banco do Brasil em Coroatá. Os acusados são eles: Nilson Jacome Costa,Samuel da Silva Parga Filho e Thainan Pimenta Sousa. Esses são acusados de fazerem parte de quadrilha que atua com cartões de aposentados em várias cidades da região dos cocais e outras cidades maranhenses.

ALGUNS CODOENSES COM AS BARBAS DE MOLHO.

Chegou uma informação ao titular do Blog do de Sá, por meio de uma fonte segura, e diga-se passagem bem segura, que parte dessas pessoas compõe uma quadrilha envolvida em falcatruas com cartões de aposentados. Esta quadrilha tem como os principais responsáveis algumas pessoas da cidade de Bacabal, inclusive pessoas da alta cúpula da sociedade. De acordo com esta fonte, em Codó existem pessoas que também fazem parte dessa quadrilha e pessoas que ostentam riqueza dia e noite. A fonte me disse ainda que ontem, terça-feira, quando algumas pessoas de Codó souberam da prisão dessas pessoas de Bacabal, foi um Deus nos acuda. Teve um codoense que pegou todos os seus cartões colocou em uma mochila, partiu rumo ao km 17 e nessas alturas só Deus sabe onde anda esta criatura. Portanto, caros leitores do Blog do de Sá, atirar com a pólvora alheia é muito fácil, bom mesmo é trabalhar e andar com a cabeça erguida sem ter medo de ser preso a qualquer momento.

3 comentários em: “PRISÃO DE ESTELIONATÁRIOS DE BACABAL DEIXA ALGUNS CODOENSES DE ORELHA EM PÉ

  1. Boa parte do déficit da previdência é causada por esse tipo de pessoa. inclusive tendo a conivência de servidores do INSS e dos bancos. Não dá para fazer esse tipo de estelionato sem a participação diretas de servidores do INSS e do banco que validam os cartões nas épocas de recadastramento. O mais incrível que esse é um crime que está se perpetuando no Brasil e a polícia federal é inerte nessa situação. salvo algumas operações paliativas, a polícia federal nada faz para acabar com esse crime no país. o mais interessante e que todos os caixas eletrônicos têm câmeras que filma a mesma pessoa utilizando vários cartões ao mesmo tempo. o gerente ver esse tipo de movimentação suspeita e não informa a polícia federal, para que no próximo mês essa pessoa seja pega. Alguma coisa tem aí….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *