PUBLICITÁRIO CARLOS ALBERTO: O HOMENAGEADO DA SEMANA

12112321_994588210601045_3229509337205883629_n

Carlos Alberto, acompanhando dos filhos Pedro e Júlia

Na manhã desta quarta-feira (14) a Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão concedeu ao Diretor de Comunicação da Assembleia, Carlos Alberto Ferreira da Silva, o Título de Cidadão Maranhense.
A honraria, concedida a poucos cidadãos, é o reconhecimento de uma maranhensidade vivida por Carlos Alberto ao longo de mais de duas décadas. Brasileiro de muitos lugares – nasceu na Bahia, migrou para São Paulo e estudou da Alemanha – ele também é de vários lugares do Maranhão. E conhece cada região do estado, onde construiu fortes laços de amizade, como conhecia o quintal de sua casa na distante cidade natal de Caravelas (BA).

Uma breve biografia é necessária. Carlos Alberto é economista e publicitário. Ele iniciou a sua trajetória profissional em São Paulo, onde estudou e fez movimento sindical. Ajudou a fundar o PT lá no início da década de 80. Presidiu a Companhia do metropolitano de São Paulo (Metrô), empresa que tinha na época 35 mil funcionários. Vindo morar no Maranhão por razões familiares – Márcia, a mãe de seus dois filhos Júlia e Pedro é maranhense – tornou-se empresário da indústria gráfica, diretor de tvs em Imperatriz e Caxias, e um dos mais respeitados profissionais de marketing eleitoral. Dirigiu campanhas políticas majoritárias vitoriosas em Codó, Caxias e Imperatriz. E proporcionais em praticamente todo o estado. Graças a esta grande experiência, foi convidado pelo presidente Humberto Coutinho para assumir a comunicação da Assembleia Legislativa. E nela tem feito um grande trabalho, reconhecido por todos os deputados.

A SOLENIDADE

O deputado Júnior Verde (PRB), autor do Projeto de Resolução Legislativa que concedeu o título ao homenageado, iniciou os pronunciamentos em uma solenidade dirigida pelo presidente Humberto Coutinho. Ainda compondo a mesa, estavam presentes a ex-deputada Cleide Coutinho, os prefeitos de Caxias e Codó, Leo Coutinho e Zito Rolim, e o empresário Francisco Oliveira.
No plenário, além de familiares e amigos, como a ex-deputada Helena Heluy, 25 deputados estaduais que fizeram questão de prestigiar Carlos Alberto do início ao fim da sessão. Segundo jornalistas especializados na rotina da Assembleia, raras sessões deste tipo reúnem tantos deputados. Participaram ainda os secretários de Estado da Ciência e Tecnologia, deputado licenciado Bira do Pindaré (PT), de Esportes e Lazer, Márcio Jardim e o diretor-presidente da Caema, Davi Teles.

DISCURSO EMOCIONADO

Ao se pronunciar na tribuna na Assembleia, Carlos Alberto, em vez de se autoelogiar preferiu homenagear os familiares e amigos. E citou nominalmente todos aqueles que foram e são importantes em sua trajetória de vida, como a própria mãe, Dona Alaydes Antunes, e o casal de amigos Humberto e Cleide Coutinho. Sobre o casal disse: “Agradeço a Deus por ter tido a oportunidade de conhecer e compartilhar a vida desse casal que, em tudo, exala maravilhosas excepcionalidades”.
Mas Carlos não se esqueceu de agradecer a ex-funcionários e companheiros de profissão. Homenageou dona Dadá, a ajudante de Serviços Gerais da sua Estação Gráfica. Muito tocante. Em vários momentos, com a voz embargada de emoção, precisou parar o discurso. Intelectual que é, citou Carlinhos Veloz, Madre Tereza de Calcutá e Padre Antônio Vieira. Ao falar das belezas Maranhão, lembrou Cézar Nascimento: “Ah! que horizonte belo de se refletir. Outro dia me disseram que o amor nasceu aqui”.

Lá no início do pronunciamento o homenageado disse “A gente não escolhe onde nasce, esta é uma decisão dos nossos pais, mas escolhe o lugar que vai viver, morar, constituir família, ter nossos filhos…. Migrei para São Luís, onde estou há mais de duas décadas, e aqui sempre me senti maranhense. Por escolha, por paixão, por encanto e por amor eu me tornei maranhense”. Ainda bem que o destino lhe trouxe para estas terras, amigo Carlos Alberto. É assim também que acontece com as amizades que construímos. Nós escolhemos nossos amigos e demonstramos através de gestos, palavras e vivência. Parabéns e obrigado por existir na vida de tantos maranhenses que você escolheu para chamar de amigo e agora conterrâneos.

Texto: Fernando Portela

Um comentário em: “PUBLICITÁRIO CARLOS ALBERTO: O HOMENAGEADO DA SEMANA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *