QUEBRA-MOLA ALTO CAUSA MORTE DE JOVEM EM BARRA DO CORDA

image-86-561x640

Vítima

Eles são vários espalhados pela cidade e construídos de forma irregular. Conhecidos por quebra-eixos ou lombadas, não têm sinalização e geralmente ficam escondidos em ruas escuras. Na noite de ontem, um deles, localizado na avenida Perri Smith, em frente ao Fórum de Justiça, no bairro Vila Canadá, levou a jovem Cíntia Raquel à morte, em Barra do Corda.

Mãe de duas crianças e funcionária da prefeitura, além de proprietária de uma pequena loja,  Raquel deu de cara com o quebra-mola quando estava pilotando sua moto. A lombada bastante alta não tinha sinal algum e o mais grave: com um buraco feito cratera na lateral.

A jovem, após o impacto, quebrou o pescoço e deve ser enterrada ainda hoje.

Lombadas, como são chamadas pela maioria das pessoas, estão espalhadas em ruas, avenidas e rodovias de cidades do interior sem nenhum planejamento e geralmente são feitas até por moradores. Não sinalizar é um erro fatal.

image-87-640x640

Quebra-molas

Fonte: Luis Cardoso

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *