RAMYRIA SANTIAGO AGORA ESTÁ NO PDT DE FRANCISCO NAGIB

IMG-20160320-WA0073 (1)

Cezar Pires, Nagib e Ramyria

Na tarde de domingo (20), a repórter Ramyria Santiago se reuniu com familiares a amigos em sua residência para celebrar mais uma primavera. Na ocasião estavam presentes o deputado Cesar Pires, o presidente da câmara municipal, Chiquinho do SAAE, o empresário e pré-candidato a prefeito de Codó, Francisco Nagib, o apresentador Edmilson Filho, seu cabelereiro João Miranda, entre outros amigos especiais.

Na oportunidade, a repórter agradeceu o carinho de sua mãe, Raimunda Trindade, seu avô, Alberto Santos, a presença de todos em sua festa de aniversário e aproveitou para ratificar o lançamento de sua pré-candidatura a vereadora, anunciada na semana passada na mídia digital.  É uma emoção muito grande comemorar mais um aniversário ao lado de meus familiares e de amigos tão queridos. Quero agradecer a presença de cada um”.

Ramyria recebeu declarações de carinho e homenagens dos colegas, como o discurso do Apresentador e amigo pessoal há anos, Edmilson Filho, apresentador da FC TV. O comunicador usou belas palavras e expressou a grande amizade e apreço pela colega de comunicação. É uma profissional competente e uma mulher de fibra, uma guerreira, que sempre acreditou em seus ideais e dedicou seu tempo a um jornalismo voltado para a população que mais precisa”, comentou o apresentador.

Ato de filiação ao PDT 12

Durante o aniversário, também aconteceu o ato de filiação de Ramyria Santiago ao PDT 12, na presença do Deputado Cesar Pires e do próprio Francisco Nagib, pré-candidato a prefeito de Codó pela legenda. Na ocasião, Ramyria e sua família também declararam total apoio a pré-candidatura de Nagib.

 

 

4 comentários em: “RAMYRIA SANTIAGO AGORA ESTÁ NO PDT DE FRANCISCO NAGIB

  1. Atenção, senhores políticos envolvidos com a Lava Jato!!! PF CONCLUI INQUÉRITOS DO STF
    Publicado em 21/mar./2016
    por Caio Hostilio

    Brasília/DF – A Polícia Federal encerrou na data de hoje, 21/03, 4 (quatro) Inquéritos instaurados no âmbito da Operação Lava-Jato que apuravam o envolvimento de políticos em possíveis crimes de corrupção e desvio de recursos ocorrido na Diretoria de Abastecimento da PETROBRAS. Os inquéritos são 3992, 3980, 3999 e 4000 do STF.

    Com base nas provas colhidas no decorrer das investigações, em especial os resultados de buscas e apreensões, prova testemunhal, documental, diligências de campo e relatórios de análise de inteligência de lavra da equipe que compõe o Grupo de Inquéritos do Supremo Tribunal – GINQ, a Polícia Federal decidiu por imputar aos investigados os crimes de corrupção passiva qualificada, lavagem de dinheiro e organização criminosa, todos em concurso de pessoas, bem como o crime de ameaça.

    Os Inquéritos seguem nesta data para o Supremo Tribunal Federal, juntamente com todo o material produzido no decorrer das investigações, e passam a aguardar decisão sobre o oferecimento de Denúncia pelo Procurador Geral da República.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *