REPRESENTANTES DE FLÁVIO DINO EM CODÓ, TIMBIRAS E COROATÁ PRECISAM TIRAR A “BUNDA” DA CADEIRA , SAIBAM PORQUE…

Falta compromisso e também vergonha na cara dos políticos de Codó, Timbiras e Coroatá. Quem anda na MA-026 entre o Km 17 para chegar em Codó, Timbiras e Coroatá já não suporta mais tanta falta de compromisso do governo Flávio Dino diante de tanta buraqueira, e parece que para a estrada que liga esses municípios não tem político que tenha coragem de pedir ao governo do estado uma recuperação da mesma. Chega a ser um martírio andar nesse trecho, são verdadeiras crateras que a cada dia só aumentam.

ONDE ANDAM OS PREFEITOS DESSAS CIDADES?

Os prefeitos de Codó, Timbiras e Coroatá e também os outros aliados do governo Flávio Dino precisam “TIRAR A BUNDA DA CADEIRA” irem até o governador ou ao secretário de Infraestrutura do estado e pedir que URGENTEMENTE o governo possa mudar essa realidade. Francisco Nagib, Dr. Antônio Borba e Luís Filho, prefeitos de Codó, Timbiras e Coroatá precisam fazer algo apesar de não ser responsabilidade deles pelo fato de ser uma rodovia estadual, mas não custa nada ter bom senso e cobrar também dos deputados estaduais que tiveram votos na região. SIMPLES ASSIM.

 

6 comentários em: “REPRESENTANTES DE FLÁVIO DINO EM CODÓ, TIMBIRAS E COROATÁ PRECISAM TIRAR A “BUNDA” DA CADEIRA , SAIBAM PORQUE…

  1. Parabéns pela materia. agora vcs imaginem quando passa uma ambulância levando um paciente. sera se estão preocupados com isto!? A desculpa era que quando passasse o período chuvoso e agora qual sera a desculpa? Em codó so existe a operação “tapa buraco” que de tanto buraco remendado é como se andasse ao mesmo tempo em cima das próprias crateras pois o asfalto das ruas fica todo desigual e nessas outras cidades nao deve ser diferente é o famoso “tapando o sol com a peneira”. tantos acidente e roubos nestas estradas e os politicos nao estão nem ai afinal so andam de carros altos ou de transporte aéreo. assim fica fácil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *