SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE CODÓ LAMENTA DESSERVIÇO DA TV CIDADE E ESCLARECE FATOS

A Secretaria Municipal de Saúde de Codó repudia a tentativa mal intencionada da TV Cidade, afiliada da TV Record no município, de denegrir a imagem do órgão público, bem como de todos os seus servidores. Em programa transmitido esta semana, a TV Cidade exibiu matéria tendenciosa e motivada por questões políticas, afirmando que a paciente Maria Aparecida Rodrigues de Sousa, 36 anos, falecida vítima de câncer de mama, veio a óbito por tratamento inadequado e negligência médica. No programa Balança Codó, o apresentador acusa a Secretaria de Saúde e a Coordenação do Tratamento Fora de Domicílio – TFD de não prestar auxílio devido a paciente.
A Coordenação do TFD informa que a paciente recebia o auxilio desde 2012, e que a espera de cinco meses foi devido à paralização da pactuação interestadual para Teresina. Durante esse período foi sugerido a todos os pacientes oncológicos a transferência para hospital da capital São Luís. No entanto, no caso de Maria Aparecida Rodrigues de Sousa, paciente e familiares preferiram aguardar o agendamento para Teresina.
O TFD auxilia pacientes e acompanhantes nas despesas com passagens, hospedagens e alimentação para consultas, exames e cirurgias fora de seus municípios. O serviço é agendado por meio da Central Única de Regulação, localizada na superintendência do Estado, em São Luís. Todas as solicitações médicas são encaminhadas à Regulação, onde é feito o agendamento para todo o Maranhão. Após o agendamento é feito o deslocamento do paciente para o Hospital solicitado.
Enquanto aguardava a transferência para o Hospital São Marcos, em Teresina, a paciente permaneceu no Hospital Geral Municipal (HGM) recebendo todos os cuidados necessários durante seus 17 dias de internação. A paciente foi transferida de forma adequada, chegando ao hospital São Marcos em quadro estável e bem acolhida pela equipe médica local, onde iniciou tratamento. De acordo com a Direção do HGM de Codó, o Hospital São Marcos ainda não enviou o documento esclarecendo o motivo do óbito.
Lamentamos a atitude insensível da TV Cidade em usar um momento de dor dos familiares da paciente para tentar denegrir a imagem do órgão público e dos profissionais que nele atuam. Reprovamos a atitude da repetidora e de sua direção, que motivados por interesses políticos partidários usaram pessoas inocentes para criar situações que nunca procederam.

Ascom – Prefeitura Municipal de Codó

6 comentários em: “SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE CODÓ LAMENTA DESSERVIÇO DA TV CIDADE E ESCLARECE FATOS

  1. José Murilo Duailibe Salem disse:
    17 de julho de 2015 às 7:37
    A RESPOSTA CERTA PARA A SECRETARÍA DE SAÚDE DO MUNICÍPIO. “”INSENSÍVEIS””, SÃO AS PESSOAS QUE COMANDAM O SETOR DA SAÚDE PÚBLICA DE CODÓ. DESDE O ANO DE 2009, CONSTANTES DENÚNCIAS, COM ROBUSTAS PROVAS, FALA-SE DA PÉSSIMA QUALIDADE DOS ATENDIMENTOS NO HGM E POSTOS DE SAÚDE DO MUNICÍPIO. NÃO ADIANTA QUERER TRANSFORMAR A “”INCOMPETÊNCIA”” DE GESTÃO AOS PROFISSIONAIS DA IMPRENSA. NÃO CITAREI CASOS ANTIGOS, MAS NÃO DEIXAREI DE CITAR O DESCASO COM A VIDA DE JOVEM NATHAN, FILHO DO SAUDOSO CAÇULA. DEU ENTRADA NO HGM ÀS 11:00 HORAS DO DIA 29/06 ACOMETIDO DE UM AVC ESQUEMICO. O MÉDICO, FRANCISCO OLIVEIRA, RECEITANDO DIAZEPAM, AFIRMOU QUE DENTRO DE MINUTOS O PACIENTE TERIA MELHORAS. IGNOROU A VERDADEIRA SITUAÇÃO. NATHAN, EM COMA, OS FAMILIARES OUVIRAM O MÉDICO JULIMAR, AUTORIZAR ALTA PARA O PACIENTE. OS FAMILIARES RECLAMARAM E, POSTERIORMENTE, FOI FEITO A INTERNAÇÃO, CUJO PRONTUÁRIO, ASSINADO PELO JULIMAR, INDICAVA AVC. PASSANDA A TARDE E A NOITE NO HGM, RESOLVERAM LOCOMOVER O NATHAN PARA COROATÁ PARA EXAMES DE IMAGENS. FRUSTADA A INTENÇÃO, TROUXERAM O RAPAZ DE VOLTA. TUDO ACONTECIDO NO DIA 30/06/2015. EM SEGUIDA, RESOLVERAM FAZER UMA TOMOGRAFIA NO “”RAD IMAGEM””, ONDE CONSTATARAM AVC HEMORRÁGICO. LEVADOO PARA TIMBIRAS, NO DIA 30/06 ÀS 17:00 HORAS, FICOU INTERNADO ATÉ “”M O R R E R””. ÓBITO DIA 03/07/2015 ÀS 21:00 HORAS. AGORA, VEJAM: A CERTIDÃO DE ÓBITO DIZ O SEGUINTE: FALECEU POR “”INFECÇÃO GENERALIZADA, PNEUMONIA E AVC. COM ISSO, FUGIRAM DA RESPONSABILIDADE PERANTE A JUSTIÇA E O CONSELHO MÉDICO. E AINDA QUEREM FALAR, ESCONDENDO A REALIDADE DA “”PÉSSIMA”” SAÚDE NO MUNICÍPIO. VAI LISBOA, VAI, EMPURRA MAIS UM PARA O HGMT QUE A PAX UNIÃO AGRADECE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *