TRATADOS COM “PATADAS”, ALIADOS DE RAIMUNDINHO PENSAM EM CAIR FORA DO BARCO EM PRESIDENTE DUTRA

Quem acompanha o empresário Raimundinho da Audiolar, pré-candidato a prefeito em Presidente Dutra tem comido  “O PÃO QUE O DIABO AMASSOU”. É que a forma do pré-candidato tratar seus aliados não vem agradando a grande maioria e diga-se  passagem, aliados que dão de tudo para ver a coisa acontecer. Tido como um homem que trabalha somente  com sua verdade, aliás, somente a dele existe, o empresário Raimundinho da Audiolar trata seus aliados de forma grosseira e como se eles fossem moeda de troca e descartáveis.

SE ARREPENDIMENTO MATASSE…

Muitos aliados que se empolgaram com pesquisas divulgadas pelo empresário e seu grupo político, já começaram a se tocar que a coisa não era bem assim como divulgavam, a coisa por lá não era o mar de rosas como muitos imaginavam. Inclusive o que tem deixado muitos aliados e pré-candidatos revoltados são os acordos feitos que agora parece que tudo será acertado da forma que o empresário bem entender. “Eu não sabia que lá era assim, a gente fez um compromisso e agora ele vem com outra história, temos nossos compromissos também e fica difícil acompanhar alguém assim que não tem um rumo, De Sá, ele é muito difícil, não sei como ficará, não sei se fico lá não” disse um pré-candidato (a) ao BLOG DO DE SÁ

MINHA VERDADE, E NADA MAIS QUE ISSO.

Com um jeito hilário e ultrapassado de fazer política, parece que o pré-candidato “CURURU” ainda pensa em fazer política apenas com um jeito defasado. Homem de apenas uma verdade como ele mesmo prega, terá muita dificuldade para levar seu time às ruas, ouvir pessoas e entender que na política não se pensa sozinho e não se tem SÓ UMA VERDADE. Muitos aliados inclusive tem medo da  desistência da pré-candidatura do empresário que não é acostumado a ser contrariado, questionado e muito menos ter a simples humildade de OUVIR.

O espaço do blog está aberto ao empresário caso ele queira se manifestar sobre esta postagem…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *