VEREADOR EXPEDITO CARNEIRO SOLICITA AO EXECUTIVO A RECUPERAÇÃO DE ESTRADA E DO SISTEMA DE ABASTECIMENTO NA ZONA RURAL DE CODÓ

Expedito2 20160506_100447

Ecpedito

Em seu pronunciamento da semana na Câmara Municipal, o vereador Expedito Carneiro (PSDC) agradeceu a presença de todos presentes e, apesar de sessão não ser transmitida pelo rádio, se reportou a população da zona urbana e rural de Codó. O edil fez menção a algumas festividades e comemorações alusivas ao mês das mães em Codó, tanto na zona urbana quanto na rural. “Tivemos a oportunidade de participar de muitas festas em homenagens as mães de nosso município, perpassando por diversas localidades e bairros aqui de nosso extenso município. Foram momentos de muita emoção, onde tivemos a oportunidade de prestar a justas homenagens a todas as mães, durante todo o mês de maio”.

Abastecimento d’água no Monte Cristo

O vereador citou uma festa para o mês das mães realizada na localidade Monte Cristo, que contou com o apoio do prefeito do município de Codó, e mencionou as demandas das famílias da localidade. Foi uma festa realmente bonita, que contou com participação do senhor Manoel, presidente da associação, que na ocasião nos levou até o sistema de abastecimento de água, que atende a mais de cinquenta famílias. Devido nossa função de fiscalizador, a população nos procura para levar até o poder executivo as necessidades e problemas a serem resolvidos”.

De acordo com o vereador, a caixa d’água e o sistema de abastecimento estão deteriorados e precisam de reforma urgente. A comunidade precisa de reestabelecer seu sistema de abastecimento. A estrutura rachou, a caixa d’água caiu, e com as ligações diretas do poço os canos estão estourando pela pressão. Já levei o assunto ao prefeito Zito Rolim e iremos reforçar a solicitação, para que o município prontamente possa resolver o problema”.

Melhor acesso à Cajazeiras

Outra demanda levada por Expedito ao executivo municipal foi a necessidade da recuperação da estrada vicinal que leva ao distrito Cajazeiras. Sabemos que o distrito Cajazeira se localiza cerca de 80 km do município de Codó. Se a longa distância já uma dificuldade para a população, imaginem com a estrada deteriorada. Nós que vamos a convite das comunidades e das famílias para fiscalizar algum trabalho feito ou saber das necessidades acabamos por testemunhar os problemas. Por isso estamos constantemente solicitando ao poder municipal, pelo prefeito Zito Rolim, que seja feito uma recuperação daquela estrada. O prefeito nos garantiu que o trabalho será feito, pois o período invernoso já está no fim”.

Outras demandas levadas pelo vereador ao poder executivo foram as reformas da escola e da ponte na localidade Boa Esperança, que já estão sendo feitas. Outra luta travada pelo parlamentar é a fiscalização de empresas contratadas para a execução de algumas obras, como a perfurações de poços, atividade que ajuda a garantir a realização da obra conforme as especificações do projeto.

Ascom

 

3 comentários em: “VEREADOR EXPEDITO CARNEIRO SOLICITA AO EXECUTIVO A RECUPERAÇÃO DE ESTRADA E DO SISTEMA DE ABASTECIMENTO NA ZONA RURAL DE CODÓ

  1. A multa para quem conduzir os ciclomotores, motos conhecidas como “cinquentinhas”, começa a valer nesta quarta-feira (1º) em todo o Brasil. Quem descumprir cometerá infração gravíssima, passível de multa de R$ 574,62 (o valor é multiplicado por 3) e apreensão do veículo.
    saiba mais
    Valores de multas vão subir em novembro
    Moto no corredor é certo? Veja o que pensam especialistas e condutores
    No entanto, nem todos os estados começarão a aplicar multas. Após reunião da Associação Nacional dos Detrans em Brasília, Alagoas dará mais tempo para os condutores se adequarem e não vai fiscalizar a infração nos próximos 180 dias.
    De acordo com o Detran-AL, a decisão foi tomada para que os Centros de Formação de Condutores façam os últimos ajustes nos procedimentos exigidos para a habilitação. Já em Rondônia, o Detran local adiou a fiscalização de registro e licenciamento dos ciclomotores até 31 de julho e, consequentemente, disse que não cobrará a habilitação desses condutores.
    Os Detrans de Rio Grande do Norte e Bahia confirmaram que a fiscalização pela habilitação já está acontecendo nos estados.
    Documentos que são aceitos
    Para guiar “cinquentinha” é preciso ter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria A, para motos, ou a chamada ACC (Autorização para Conduzir Ciclomotores), um documento pouco conhecido do público e que tem baixíssima procura. Veja abaixo as vantagens e desvantagens de cada um.
    Segundo o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), até o fim de abril, havia apenas 711 ACCs emitidas no país contra mais de 25 milhões de CNHs na categoria A. O Nordeste concentra os emplacamentos das “cinquentinhas”, mas, em Pernambuco, por exemplo, ninguém tirou ACC desde que ela foi liberada, há 8 meses.
    Detrans de 9 estados disseram ao G1 que ainda não emitiram ACCs porque não há autoescolas que ofereçam o curso ou pela falta de procura.
    “As próprias autoescolas induzem ao usuário a tirar a habilitação A, dizendo ser mais atrativa”, afirma Charles Ribeiro, diretor do Detran de Pernambuco e membro da Associação Nacional dos Detrans. A CNH do tipo “A” permite guiar qualquer tipo de moto, enquanto a ACC é restrita aos ciclomotores, ou seja, modelos de até 50 cc.

    + DE AUTOESPORTE
    Siga o programa nas redes sociais
    facebook.com/autoesportetv
    twitter.com/g1carros
    consulte a tabela fipe
    Curso mais curto
    Por outro lado, tirar a ACC é mais rápido, porque são exigidas menos horas-aula.
    Mas a maioria dos Detrans cobra os mesmos valores para emissão de ACC e da CNH (veja ao fim da reportagem).
    E nem todas as autoescolas estão prontas para dar o curso para ACC, admite Ribeiro, apesar de o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) ter adiado em 3 meses a aplicação de multa aos não-habilitados justamente para que os Centros de Formação de Condutores (CFCs) se preparassem.
    Veja abaixo mais detalhes da ACC e compare com a CNH. Ao fim da reportagem, saiba a situação em cada estado.
    ACC (AUTORIZAÇÃO PARA CONDUZIR CICLOMOTORES)
    ACC é igual a CNH, mas campo assinalado deverá ser preenchido (Foto: Detran-SP)
    ACC é igual a CNH, mas campo assinalado deverá ser preenchido (Foto: Detran-SP)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *