VEREADOR GRACINALDO COMENTA QUE O RECADASTRAMENTO BIOMÉTRICO AINDA ESTÁ ABAIXO DE 50% EM CODÓ

gracinaldo(3)

Ver. Gracinaldo

Na sessão do dia 09 de novembro, o vereador Gracinaldo mais uma vez trouxe importantes assuntos à tribuna do parlamento codoense. Antes de abordar os temas, o edil parabenizou a Secretária da Câmara Municipal, Matinha Hissa, por sua graduação no curso de Assistência Social. “Que Deus continue abençoando seus caminhos e nessa jornada. Pude participar um pouco dessa festa tão bonita e quero parabenizar você e todas as estudantes que conseguiram com muito mérito o seu bacharelado”.

Baixo número de recadastramento em Codó

Gracinaldo chamou a atenção para a problemática do recadastramento biométrico, que continuam apresentando números bem abaixo do esperado. Mesmo com os esforços dos órgãos públicos em ampliar os serviços de atendimento ao público para o recadastramento, o eleitor codoense não está procurando a renovação do título. “O recadastramento em nosso município está preocupante, pois os cidadãos não estão manifestando interesse e se regularizar com a Justiça Eleitoral”.

Recadastramento abaixo de 50%

O parlamentar informou que o município ainda não alcançou nem 50% (cinquenta por cento) do seu recadastramento. “Infelizmente muitas pessoas ainda não perceberam a importância em fazer o seu recadastramento, pois além de deixarem de exercer o seu direito ao voto, seu direito de cidadão, poderão sofrer sanções e perder benefícios,por não se regularizarem com a Justiça Eleitoral. O acesso está fácil e o atendimento nos locais de recadastramento estão com toda a estrutura para atender ao público com conforto e agilidade, mas infelizmente as pessoas não estão procurando”, comentou.
Gracinaldo convocou toda a população codoense para realizar o recadastramento biométrico, comparecendo ao Fórum Eleitoral e na escola Ananias Murad.

Queimadas, forte seca e falta d’água na zona rural

Mais uma vez, o vereador alertou as autoridades e a população para a questão ambiental, lamentandoas queimadas e desmatamento, que contribuem para a forte seca das nascentes, rios, riacho e brejos do município.Gracinaldo preconizou que é preciso providências urgentes dos órgãos públicos e a conscientização da população para o combate ao desperdício.

“Estivemos em visitas a região do Canto do Coxo, Pirambeba e demais comunidades, e conversando com os líderes comunitários pude constatar a situação crítica das famílias e o sofrimento da população que clama por água para beber, água para cozinhar e cuidar da higiene pessoal. Nossos recursos hídricos estão cada vez mais escassos e não podemos deixar que a falta de providências prejudique nossa futuras gerações, pois a seca em nosso município já uma realidade”.

O edil encerrou sua participação dando voz aos líderes comunitários da zona rural, que estão cobrando pelo conserto, reforma e construção de pontes, problema que constantemente é matéria tratada e reivindicada em muitas de suas indicações. “Nós acreditamos no governo e que esses problemas serão resolvidos, de preferência antes do período chuvoso”.

Ascom.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *