VEREADOR GRACINALDO DEFENDE INDICAÇÃO POR MAIS INFRAESTRUTURA E A RESTAURAÇÃO DA FÁBRICA MANUFATUREIRA EM CODÓ

gracinaldoindicações

Ver. Gracinaldo

Nos trabalhos da Câmara Municipal de Codó neste início de semana, o Vereador Gracinaldo defendeu suas três indicações apreciadas em plenário. O edil iniciou falando sobre a Indicação de Nº 200/2015, na qual solicita a recuperação da estrada que liga Codó ao Distrito de Cajazeiras. “Estivemos na região há poucos dias, e sempre que vamos a comunidade, ou recebemos seus habitantes aqui em Codó, as cobranças são grandes a respeito das estradas que ligam a região. Tanto a que vai pela Fazenda Abelha, quanto a que vai pelo Canto do Coxo. As estradas e as pontes precisam de reparos urgentes”. Disse.

Recuperação urgente de estradas e pontes em Cajazeiras

O parlamentar também alertou sobre os riscos às vidas humanas que por ai passam, como o caso dos passageiros de um ônibus que passava pelo trajeto, quando uma das pontes estalou, assustando a todos. Outro relato foi sobre a ponte que estaria balançando, localizada na estrada que passa pelo Canto do Coxo. Gracinaldo pediu pela sensibilidade e atenção do secretário de infraestrutura e urbanismo do município para com os moradores da região e a celeridade nas obras de recuperação. “Pedimos que seja feito um estudo na região e as obras adequadas para que se possa trafegar com segurança. Nós estamos falando de vidas, de pessoas que estão temerosas”, concluiu.

Recuperação do asfalto em Codó

Gracinaldo também defendeu a Indicação Nº 201/2015, na qual pede pela recuperação da massa asfáltica da Rua Padre Cícero, uma das principais vias do Codó Novo. Na rua fica localizada uma importante congregação religiosa, na qual mais de quatrocentas pessoas precisam de mais segurança e conforto em seu ir e vir. O vereador declarou esperar que a rua seja contemplada com parte dos 10 quilômetros de asfalto, adquiridos por Codó em convênio com o Governo do Estado.

O destino de um patrimônio histórico de Codó

O vereador decidiu encerrar sua participação comentando a Indicação Nº 199/2015, na qual reivindica ao poder público a restauração do edifício histórico que abrigava a antiga Fábrica Manufatureira. O edil comparou o destino de uma antiga fábrica do município vizinho de Caxias, que foi recuperada pelo poder público e onde hoje abriga um centro cultural. “O que queremos é que não venhamos a perder uma parte da história de nosso município. Em Caxias a antiga fabrica foi transformada em um patrimônio público belíssimo para a população. precisamos refazer a história do nosso município e recuperar esta fábrica”. Uma das propostas apresentadas pelo vereador para o destino da edificação seria que ela abrigasse a sede da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) em Codó.

Ascom

2 comentários em: “VEREADOR GRACINALDO DEFENDE INDICAÇÃO POR MAIS INFRAESTRUTURA E A RESTAURAÇÃO DA FÁBRICA MANUFATUREIRA EM CODÓ

  1. AS VERDADES SOBRE ZITO – O GRANDE
    ESTA REPORTAGEM, EXPLICA COMO SÃO PULVERIZADOS OS RECURSOS DO MUNICÍPIO. SÃO CONTRATOS E CONTRATOS MERECEDORES DE INVESTIGAÇÃO POR PARTE DO MINISTÉRIO PÚBLICO.
    01) A EMPRESA CONSULPLAN – CONSULTORIA E PLANEJAMENTO LTDA, DA CIDADE DE BELEM-PA, COM O CNPJ CANCELADO, VEM, SISTEMATICAMENTE, DESDE OS ANOS DE 2012, 2013 E 2014, SEMPRE NO ÚLTIMO DIA DO MÊS DE DEZEMBRO, FIRMANDO CONTRATO DE ADITIVO COM A PREFEITURA NO VALOR DE R$ 1.122.130.17 POR CADA ANO. TAIS ADITIVOS FORAM ASSINADOS POR MÁRCIO ESMERO VIEIRA. O CONTRATO, COM UMA EMPRESA “”TOTALMENTE IRREGULAR”” TINHA O OBJETIVO DE EFETUAR PROJETOS PARA O SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA. (esse é só o começo, diariamente, continuaremos informando).

    SE OS ADDITIVOS, ATINGIRAM MAIS DE TRÊS MIL E TRESENTOS MIL REAIS, IMAGINEM O VALOR INICIAL. “”JORROU ÁGUA?? NÃO, MAS, ENCHEU BOLSOS.

  2. Quero aqui parabenizar meu caro amigo por essas defesas, todas são importantes para a população, mas, destaco a indicação em que V.Ex. defende a restauração da antiga Fabrica Manufatureira como prédio histórico de nosso município. Até então nunca vi nenhuma instituição, seja ela privada, governamental ou ONG´S defender e lutar pela restauração desses prédios que contam a história da industrialização e do desenvolvimento de nossa Codó.
    É muito triste ver a atual situação de abandono desses prédios que esta literalmente caindo aos pedaços e a área territorial em seu entorno, esta sendo extirpada aos pedações por “vândalos” da história de nosso município.
    É triste nobre amigo, que o governo municipal nunca se manifestou e não se manifesta em defesa da proteção da nossa história, como também o governo do estado, atual responsável da área, mas essa casa legislativa, através de V. Ex. vem comprar essa briga. Conclamo que a população de Codó, sociedade civil organizada, os ESTUDANTES do ensino médio e das Universidades, a impressa, OAB, Sindicatos e Instituto Histórico a se manifestem e lutem em defesa do nosso PATRIMÔNIO HISTÓRICO, antes que fiquem só as lembranças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *