VEREADOR LEONEL FILHO COMENTA CONJUNTURA NACIONAL E PEDE CELERIDADE AO TRE DE CODÓ

unnamed

Ver. Leonel Filho

O líder do governo na câmara municipal de Codó, vereador Leonel Filho (PTN), realizou discurso grandiloquente na tribuna do parlamento, externando sua preocupação com a atual conjuntura do país, onde o governo federal irá reduzir as despesas da união em 80 bilhões de Reais. “As publicações nacionais, boa parte delas, alertam pelo fato da sociedade está pagando a conta, que não foi contraída pelo povo. Pagando uma conta bilionária nunca antes vista pela nação. O Brasil é um dos países ricos em água e recursos naturais, mas pagamos a maior taxa de luz do mundo. O Brasil parou de crescer, o desemprego vai aumentar, e assim o comércio fica desacelerado. O pré-sal não é mais viável, pois a extraçãosai mais caro que o preço do barril. E o rombo na Petrobrás foi gigantesco e o povo está abismado acompanhando isso”, pontuou.

PROGRAMAS SOCIAIS ESCASSOS

O edil citou exemplos da escassez dos financiamentos para programas sociais, como os para bolsas de estudos, compra de casa própria, entre outros. “Hoje pra você tirar uma casa financiada a burocracia está maior. Tudo fruto das confusões e absurdos da operação Lava a Jato, que criou um efeito dominó. A justiça está trabalhando mas o Supremo solta os culpados pela crise de corrupção. E com tributos altos, o povo fica sem poder de compra e os municípios ficam limitados, pela falta do remanejamento de recursos”

UNIÃO DO LEGISLATIVO,DO POVO E INSTITUIÇÕES

Leonel agradeceu a população civil organizada e os representantes de instituições da cidade de Codó pela união nas audiências públicas realizadas na Câmara Municipal de Codó. “Quero parabenizar aos órgãos públicos, ao ovo de Codó e ao empenho do Prefeito Zito Rolim, que nos dá todo o apoio para a realização das audiências e participa ativamente, além de sempre ir a capital federal para conseguir melhorias pra nossa Codó“.

SOLICITANDO CELERIDADE AO TRE DE CODÓ

Assim como outros parlamentares, o vereador Leonel Filho expressou sua preocupação com o número eleitores de Codó que talvez não consigam passar pelo recadastramento biométrico realizado pela Justiça Eleitoral. O edil lamentou o fato das pessoas estarem dormindo na porta do cartório a espera das poucas fichas distribuídas. Os parlamentares fizeram as contas e acham que mais de 50 mil eleitores ficarão impedidos de votar em 2016, pois não conseguirão fazer a biometria, obrigatória para Codó.

INDICAÇÕES

Por meio das Indicações de número 96/15 e 97/15, Leonel Filho solicitou o envio de correspondência ao Juiz do TER de Codó, pedindo providencias para agilizar o atendimento no Fórum Eleitoral, assim como o convite aos Juízes responsáveis pelas 7ª e 69ª do TER Codó para reunião ou audiência pública, para debater o tema em questão.

Ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *