VEREADOR MAX TONY FAZ REQUERIMENTO PARA A CASA DO EDUCADOR PARA UEMA

GetAttachment (1)

Max Tony

Em sua participação na última sessão da câmara dos vereadores, o Vereador Max Tony (PT do B), elaborou um contundente discurso, onde tratou de diversos assuntos pertinentes a população codoense e de sua participação nos eventos mais relevantes da semana, com o Projeto Vida no Trânsito, que prevê o desenvolvimento de ações de promoção da saúde e cultura de paz no trânsito, e as visitas realizadas em inúmeros bairros.

O Edil também destacou a realização do Projeto Jornada de Cinema e Direitos Humanos em Codó, organizado pelos alunos Eder e Jones, da Universidade Federal de Roraima em parceria com entidades do município, que permitiu a população refletir sobre os desafios dos direitos humanos em Codó, principalmente a uma parcela da população historicamente segregada, excluída ou marginalizada.

Falo especificamente dos direitos da Mulher, da criança, do adolescente, do idoso, do negro, da pessoa com HIV/AIDS, da pessoa com deficiência, da pessoa em situação de rua, da pessoa em drogadição, que infelizmente ainda precisam ser consolidados no município de Codó, apesar dos avanços conquistados”. Declarou.

Defensor contumaz dos Direitos Humanos, o parlamentar contextualizou nos âmbitos municipal, estadual e nacional os índices alarmantes de pobreza e miséria, da violência urbana, as condições subumanas no sistema prisional, que em sua opinião não reabilita ninguém, o preconceito racial, o trabalho infantil, o trabalho escravo, o analfabetismo excludente a má distribuição de renda.

O que faremos para restaurar nossa juventude perdida e destruída pelo crack? E o que dizer das mulheres codoenses violentadas diuturnamente por seus algozes, sem direito de gritar e muitas esperando a hora de morrer? São portadores de deficiência lutando pelo direito ao espaço público, pelas rampas ao lado das escadas e, sobretudo, pelo respeito. São crianças vítimas do abuso e da exploração sexual. São pessoas vivendo com HIV/AIDS a quem a sociedade reserva um quarto escuro distante de todos. São pobres, normalmente; pessoas simples, homens e mulheres que habitam casebres, que perdem seus filhos em tiroteios, que choram, que sonham. A cidadania não possui roupa certa, nem cor, nem rosto”. Desabafou.

Requerimentos e indicações

Por meio do Requerimento Nº 19/13, o parlamentar enviou correspondência a Governadora Roseana Sarney para que seja determinado ao Secretário de Estado da Educação, Sr. Pedro Fernandes, a destinação do prédio da Casa do Educador, localizado na COHAB, para o funcionamento da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), bem como as adequações necessárias para a efetivação do funcionamento.

Nas indicações de nº 344 e 354/13, Max solicitou regulamentação fundiária e pavimentação das Ruas Porfírio Santo, próximo ao Ginásio de Esportes, ao INSS e a Igreja Batista, e a construção de escolas nas localidades Pirambeba e Corujão, respectivamente.

Ascom/ Vereador Max Tony

Um comentário em: “VEREADOR MAX TONY FAZ REQUERIMENTO PARA A CASA DO EDUCADOR PARA UEMA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *