VICE-PRESIDENTE DA CÂMARA DE VEREADORES TOMA POSSE COMO PREFEITO PROVISÓRIO DE BOM JARDIM

14793755_1192796050800562_1221665099_n

Momento do juramento

Vice-presidente da Câmara Municipal de Vereadores de Bom Jardim, no exercício da presidência, o agricultor Manoel da Conceição Ferreira Filho, o Sinego, do PRB, tomou posse em sessão realizada na manhã desta sexta-feira (21) como prefeito bonjardinense.

A posse do vice do legislativo só foi possível devido a prefeita eleita em 2012, Lidiane Leite (PP), ter sido afastada pela Justiça em agosto de 2015. Em seu lugar assumiu a vice-prefeita Malrinete dos Santos Matos (PMDB) que praticou ainda mais atos de improbidade que sua antecessora e acabou também sendo retirada do cargo por decisão assinada pelo juiz Raphael Leite Guedes, na última quarta-feira (19).

Ao determinar o afastamento de Malrinete, o juiz solicitou a imediata comunicação sobre a presente decisão a Câmara Municipal para, proceder a convocação da respectiva sessão solene extraordinária e lavratura da respectiva ata e termo de posse e exercício provisório, enviando a documentação comprobatória do cumprimento da decisão, no prazo de 24 (vinte e quatro) horas, a contar da intimação pessoal da presente decisão. “Após a posse de Manoel da Conceição Ferreira Filho, oficie-se as instituições bancárias onde o Município de Bom Jardim possui conta, para ciência do afastamento da Prefeita e de sua substituição pelo Presidente em exercício da Câmara Municipal devendo providenciar a imediata habilitação de seu autógrafo junto à instituição bancária, a fim de evitar maiores prejuízos ao Município”, determinou o magistrado Guedes.

Vice-presidente da Câmara ficará no cargo até o dia 08 de dezembro.

Na escala hierárquica quem assumiria o executivo municipal seria o chefe do poder legislativo, Arão Sousa da Silva, acontece que, diante de uma decisão da Justiça no mês de agosto deste ano, o presidente da Câmara também foi afastado do cargo em 120 dias por ter infligido o Regimento Interno da Câmara e da Lei Orgânica do Município, ao revogar o decreto que determinava a perda do mandado da ex-prefeita Lidiane.

O prazo do afastamento de Arão termina só no dia 08 de dezembro. Quando, se tudo percorrer como dentro da normalidade jurídica, ele retorna ao posto e, portanto, assumirá a prefeitura no lugar do Sinego, que volta a chefiar a Câmara.

O novo prefeito que tomou posse hoje [o terceiro em menos de quatro anos], foi eleito vereador em 2012 com 493 votos, ficou apenas na 11º posição entre os 13 vereadores que compõem o parlamento municipal. Agora, em 2016, Sineco disputou a reeleição e obteve desempenho melhor, 761 votos ficando na 6º colocação.

Fonte: Domingos Costa

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *