VIOLÊNCIA: três casos de feminicídio foram registrados no MA nas últimas horas

Três casos de feminicídio foram registrados neste último final de semana no interior do Maranhão. Segundo a Polícia Civil, em um dos crimes, a vítima foi morta pelo próprio marido e a outra foi assassinada de forma misteriosa.

O primeiro caso foi registrado em Viana, cidade a 216 km de São Luís. A vítima foi Francinete Costa Freitas, de 34 anos, que foi agredida e morta por afogamento pelo próprio marido.

O autor, identificado como Raimundo Brás Fonseca, de 31 anos, confessou o crime, foi preso e encaminhado à Unidade Prisional do município. Os dois eram pessoas em situação de rua que haviam se mudado da Monção para Viana e estavam abrigados às margens da MA-014.

De acordo com o delegado Whasington Barão, da Polícia Civil, este não é o primeiro caso de agressão praticado por Raimundo Brás.

“É importante esclareclarecer que Raimundo é contumaz na prática de crimes de agressão doméstica contra mulher, respondendo por lesão grave pela Lei Maria da Penha na cidade de Santa Rita e também responde pelo crime de estupro de vulnerável na cidade de Olinda Nova do Maranhão”, relatou o delegado.

Em Santa Inês, cidade a 250 km da capital, o caso ainda é um mistério. Uma mulher foi econtrada morta dentro de uma pousada no último sábado (20). Segundo a polícia, ela tinha teria ido na sexta-feira (19) à noite com um homem para o local e, no dia seguinte, foi encontrada sem vida. O homem abandonou o local e está sendo procurado.

A Polícia Civil (PC-MA) enviou o corpo para o Instituto Médico Legal (IML) de São Luís para apurar com mais precisão o que causou a morte da vítima, pois não foram encontrados vestígios e nem marcas de agressão.

Outros casos

Outro caso de feminicídio foi registrado, desta vez, em Rosário, cidade a x km de São Luís. A vítima foi a jovem Maria do Rosário Lima, de 19 anos, que foi degolada e econtrada morta na casa do tio Fredson Correa Lima, de 39 anos. Ele é apontado como suspeito do crime.

Segundo a polícia, ele teria estuprado a sobrinha e, para encobrir o crime, teria matado a jovem e a deixado o local. Entretanto, ele foi encontrado e linchado por moradores da área.

Após ser preso, Fredson Correa foi levado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Devido as lesões que sofreu, ele recebeu atendimento médico.

Fonte: G1MA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *